BOTAFOGO

Por O Dia

GATITO FERNÁNDEZ: Sem culpa no primeiro, mas falhou ao dar rebote na jogada do segundo gol do time goiano. NOTA 4

ARNALDO: Muito inseguro na defesa, foi pouco constante ao apoio ao ataque. NOTA 4

JOEL CARLI: Irritado, teve algum trabalho na marcação, mas sem comprometer. NOTA 6

IGOR RABELLO: Lutou muito, só que foi facilmente driblado por Jorginho no gol do Atlético-GO. NOTA 4

GILSON: Sem trabalho na defesa, tentou criar jogadas no ataque. Nem sempre com sucesso. NOTA 5

RODRIGO LINDOSO: Pouco inspirado, fez uma de suas piores partidas com a camisa do Botafogo. Muito mal. NOTA 4

BRUNO SILVA: Atuação irreconhecível, sem a mesma categoria e visão de jogo de outras partidas. Vaiado ao ser substituído na etapa final, deixou o campo ironizando a torcida e fazendo gestos, dando a entender que está indo embora do clube. NOTA 3

PIMPÃO: Entrou e mostrou a habitual disposição. Mas de forma pouco efetiva. NOTA 5

JOÃO PAULO: Começou o jogo de forma tímida, mas se impôs na base da garra, fez um golaço e comandou o Botafogo. NOTA 6

MARCOS VINÍCIUS: Atuação apagadíssima. NOTA 3

LEO VALENCIA: Entrou e pelo menos mostrou disposição para arriscar as jogadas. NOTA 5,5

GUILHERME: Atuação ridícula. Irritou a torcida com erros constantes de passe e de finalização. NOTA 3

BRENNER: Perdido, pouco apareceu no ataque e foi merecidamente substituído. NOTA 4

VINICIUS TANQUE: Entrou e perdeu boas chances de gol. Também ficou devendo. NOTA 3

Comentários

Últimas de Esporte