Lili Rodriguez: uma mulher plural...

Nossa convidada de hoje é bonita, sexy, engraçada e sabe escrever para fazer rir!

Por O Dia

Suzana PiresDivulgação

Rio - Nossa convidada de hoje é bonita, sexy, engraçada e sabe escrever para fazer rir! Suzana Pires é bacharel em Filosofia, pela PUC, onde montou clássicos. Adora escrever. Um dos primeiros trabalhos foi colaborar no roteiro da série ‘Os Caras de Pau’ e ‘Flor do Caribe’. Estreou como autora em ‘Sol Nascente’, em parceria com Walther Negrão, a quem chama de mestre e com quem afirma ter aprendido muito. Ela contou novidades, como a filmagem da comédia ‘De Perto Ela Não É Normal’.  

LILI: Fale um pouco sobre você.
SUZANA: É difícil falar da gente, né?! (risos). Mas eu sou uma mulher comunicativa, gosto de conversar, trocar ideias... Acho que isso tem muito a ver com o meu trabalho de atriz e autora, que é observar o ambiente, as pessoas. Sou determinada. Quando eu quero algo, traço uma meta e sigo em frente. E amo o meu trabalho. Sou apaixonada pelo que faço, é uma entrega que me dá prazer.

Família é...
O mais importante. Meu porto seguro, lugar onde sei que eu tenho apoio incondicional. E quanto mais o tempo passa, mais eu dou valor a cada detalhe, cada momento que a gente tem para se reunir, estar todos juntos. Isso é uma alegria.

Qual é o maior desafio da carreira?
Conciliar a carreira de atriz com a carreira de autora desde meus 15 anos. Acho que boa parte do público deve acreditar que ‘Sol Nascente’ foi o meu primeiro trabalho como autora, mas não. Venho trabalhando como autora desde o início. Na Globo mesmo, eu escrevi para ‘Os Caras de Pau’, colaborei em ‘Flor do Caribe’... Atriz e autora sempre estiveram juntas.

Como se descobriu uma escritora e roteirista?
Comecei a criar histórias no mesmo momento em que comecei a atuar. Eu amo escrever, contar histórias. Fiz faculdade de Filosofia e cursos nos Estados Unidos para me aprimorar. O estudo é a base de tudo. Eu adoro estudar, conhecer coisas novas, isso me alimenta e reflete, claro, no meu trabalho.

Tem algum tema para roteiro de cinema?
Sim. Minha comédia ‘De Perto Ela Não É Normal’ vai virar filme. Esse é um trabalho muito especial para mim. Faço esse monólogo há mais de dez anos pelo país. Estou trabalhando na adaptação do roteiro para o cinema. Estamos a todo vapor!

Qual é o próximo trabalho e projeto?
Filmar ‘De Perto Ela Não É Normal’!

Conte um momento marcante como atriz.
Ganhar o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema Latino de Los Angeles. Foi um momento que me marcou e vou guardar para sempre na minha lembrança.

Conte um momento de saia-justa...
Quando não gosto de algo e não consigo disfarçar, o que é sempre! (gargalhadas).

O que te inspira?
Muitas coisas me inspiram. O dia a dia, o contato com as pessoas, conhecer histórias novas todos os dias. Se você apurar o seu olhar, você percebe que a inspiração, às vezes, está mais perto do que imagina.

O que faz no tempo livre?
Vou à praia! Gosto de estar perto da natureza. É uma forma de recarregar as energias, abrir espaço na mente para novas ideias. E estar com as pessoas que eu amo.

Tem alguma superstição?
Sim! Não gosto de deixar a bolsa no chão.

Uma dica para ser feliz.
Não desistir dos momentos de felicidade e entender que a vida tem tudo o que é momento, né!

Conte uma novidade.
Muitas novidades. Sempre! Tem filme, livro, licenciamento. Muita coisa.

Um beijo.
O da vida real!

Um sonho.
Sonho em passar um ano inteiro só estudando. Um sonho mesmo.

Últimas de Diversão