Bruno Miranda faz sucesso com seu figurino ousado em 'Amor & Sexo'

Modelo tem o bumbum mais invejado da TV

Por O Dia

Bruno Miranda com a sunga fio-dentalReprodução Internet

Rio - Basta ele aparecer toda quinta-feira com sua sunga fio-dental — nada comum — para as pessoas começarem a se perguntar: ‘Como ele aceita usar esse figurino?’. Mas Bruno Miranda, o homem do bumbum mais invejado de ‘Amor & Sexo’, diz que já se acostumou com o estranhamento do público. Chamado de Borat pelos colegas do programa, por conta do personagem feito pelo ator Sacha Baron Cohen no cinema, o modelo, de 24 anos, está mesmo adorando todo esse burburinho em torno de sua anatomia.

“A gente chama a roupa que uso de maiô do Borat. Na verdade, nem era eu que ia usá-lo, mas quando o menino que aceitou usar o maiô viu como ficava no corpo, ele correu. E eu disse: ‘Então, me dá que eu uso’”, confessa Bruno, com seu jeito extrovertido de ser. Graças ao seu desprendimento, foi o único assistente de palco da temporada passada que continuou na fase atual da produção comandada por Fernanda Lima.

O sorriso fixo no rosto do modelo dá indícios de que ele leva a vida numa boa. Nem mesmo os questionamentos sobre a sua sexualidade o incomodam. “Quando as pessoas me veem vestido daquele jeito, logo pensam: ‘Ou ele é gay ou é muito corajoso’. No meu caso, sou corajoso mesmo”, diz, aos risos. “Mas sou heterossexual. Reforça isso aí na matéria”, pede Bruno, que tem um filho de 8 meses, Enzo, mas está solteiro atualmente. A zoação dos amigos, ele afirma que tirou de letra. “Só de colocar aquela sunga, eu mesmo morro de rir. Meus amigos zoavam, mas eu entro na brincadeira.”

Curiosidades não faltam quando se vê um homem usando uma sunga, digamos assim, tão exótica. Sobre o desconforto, por exemplo, que a peça causa, Bruno garante que nem é tão doloroso assim. “O maio do Borat é feito sob medida. Se fosse em outra pessoa, poderia ficar largo ou muito apertado. E ele nem é tão cavado como o fio-dental feminino. No início, foi bem incômodo. Também achei bem diferente por ficar com o bumbum todo de fora, mas depois acostumei.”

E por falar em partes íntimas de fora, o ‘derrière’ voluptuoso de Bruno, que tem nada menos que 105 cm, tem sido pauta nas conversas entre as mulheres, principalmente por ser durinho e, acima de tudo, bonito de se ver. O modelo gosta quando escuta elogios das mulheres. “É uma inveja branca, sem maldade”, acredita ele.

Para manter tudo em cima, ele capricha no agachamento na academia, mas confessa que não alterou seu treino para focar nos glúteos. “Meu treino sempre foi o mesmo. Como eu jogava vôlei profissional, sempre malhei muito a perna e, consequentemente, o bumbum. Mas eu sempre tive bunda grande desde pequeno”, diverte-se o desinibido, que também pensa em investir na carreira de ator.

A marca do sungão (usada por ele no dia a dia) é deixada de forma intencional. “Pego sol de propósito para ficar com a marquinha”, revela ele. Tudo para mexer ainda mais com a imaginação dos telespectadores. Os artifícios que Bruno usa na TV para encantar o público têm dado certo. Além de ser chamado para mais trabalho como modelo, ele também tem recebido muitas cantadas por aí.

“Eu já conquistava a mulherada por causa do bumbum e conquisto até hoje. Ainda mais que é difícil achar um homem com um bumbum bonito. Isso acaba sendo um diferencial”, brinca. Meninas, fiquem espertas caso cruzem com ele em alguma esquina de Copacabana, bairro em que ele mora. Podem admirá-lo à vontade, mas nada de tentar apalpá-lo para ver se o atributo é de verdade.

“Tenho que me impor, né? Senão todo mundo vai querer apertar. Mas as mulheres são respeitosas, só me perguntam se é de verdade (sim, é de verdade. Zero silicone!) e como eu faço para manter”, explica. Só mesmo quando o clima esquenta com alguma garota, que Bruno deixa a felizarda chegar mais perto de seu avantajado dote. “Aí, elas aproveitam o momento e acabam tirando uma casquinha”.