Filipe Luís revela que não tirou Atlético da cabeça durante período no Chelsea

Brasileiro passou uma temporada na Inglaterra e retornou ao clube espanhol, onde já havia brilhado

Por O Dia

Espanha - O lateral-esquerdo Filipe Luís admitiu nesta quarta-feira que durante a passagem por uma temporada pelo Chelsea, não conseguiu tirar a cabeça do Atlético de Madrid, clube que defendeu entre 2010 e 2014, e que o anunciou como reforço ontem.

"Nunca consegui me desprender do Atlético. Nunca deixei de ver os jogos, nunca me afastei daqui. Quando fui embora, tomei a decisão de experimentar algo novo, mas desde o primeiro dia eu sabia que seria difícil, porque deixava minha família", afirmou o catarinense, em entrevista coletiva concedida no estádio Vicente Calderón.

Filipe Luis está de volta ao AtléticoReprodução Internet

Questionado sobre a passagem pelo Chelsea, Filipe Luís negou que o balanço tenha sido negativo, apesar do rápido retorno para a antiga equipe, após amargar a reserva na Inglaterra.

"Muitos podem pensar que deu tudo errado, mas para mim foi o contrário. Foi uma grande temporada, em que aprendi muitas coisas, atuando em uma liga diferente. O fato de que eu não tenha jogado tudo o que joguei pelo Atlético, não quer dizer que tenha sido menos importante", garantiu o lateral.

Sobre as diferenças entre o técnico português José Mourinho, do Chelsea, e o argentino Diego Simeone, que reencontra no Atlético, Filipe Luís avalia que são "completamente diferentes", mas que ambos têm "ambição louca por vitórias". A diferença, segundo o jogador, também está no campeonato dos dois países.

"São muito distintas, mas posso dizer que a Premier League está melhor organizada. Os estádios estão cheios, os jogos mais atrativos, porque quase não há faltas, não se para o jogo. Mas La Liga tem algo especial, pois todos os times têm qualidade. É mais físico, com ambientes intensos no estádios", disse o defensor.

Hoje, Filipe Luís foi a grande novidade no treino desta quarta-feira no Atlético de Madrid. O brasileiro participou de atividade em que estiveram todos os atletas do elenco, inclusive os que participaram da vitória sobre o Oviedo por 2 a 0, em amistoso.

O brasileiro, no entanto, está fora da viagem do clube 'colchonero' para Japão e China. Entre os 22 atletas relacionados, também não figuram os zagueiros uruguaios Diego Godín e José María Giménez, o atacante colombiano Jackson Martínez e o atacante mexicano Raúl Jiménez.

Na Ásia, o Atlético de Madrid encarará no dia 1º de agosto o Sagan Tosu, do Japão, e no dia 4 o Shangai SIPG, da China.

Últimas de Esporte