'Gato da Copinha', Heltton é suspenso por 360 dias em julgamento no TJD-SP

Heltton ainda pagará R$ 500 de multa pela falsificação dos documentos

Por O Dia

São Paulo - O zagueiro Heltton Matheus Cardoso Rodrigues, de 22 anos, que causou a eliminação do Paulista, de Jundiaí (SP), da decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior contra o Corinthians, em janeiro, por utilizar documentos falsificados durante a competição - usava o nome de Brendon Matheus Araujo Lima dos Santos, de 19, preso no Rio acusado de tráfico de drogas -, foi suspenso nesta segunda-feira por 360 dias e ainda pagará R$ 500 de multa, em julgamento realizado no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP).

Gato da CopinhaReproduções / Facebook

O jogador já estava suspenso preventivamente e a procuradoria pediu uma punição de 720 dias. Mas a defesa mudou a denúncia e fez a pena cair pela metade. O advogado de Heltton Matheus anunciou que irá recorrer ao Pleno da decisão do TJD-SP, que foi unânime entre os quatro auditores.

Heltton Matheus foi denunciado no artigo 234 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que diz que falsificar, no todo ou em parte, documento público ou particular, omitir declaração que nele deveria constar, inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, para o fim de usá-lo perante a Justiça Desportiva ou entidade desportiva, pode resultar em pena de 360 a 720 dias de suspensão

A falsificação dos documentos de Heltton Matheus resultou na eliminação do Paulista na Copa São Paulo de Futebol Júnior. A equipe havia se classificado para a final do torneio, mas perdeu a vaga para o Batatais, que acabou derrotado pelo Corinthians na final por 2 a 1, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, no dia 25 de janeiro.

Mesmo suspenso, Heltton Matheus já tem um clube definido. Logo após a descoberta da falsificação, Vampeta, presidente do Osasco, se ofereceu para ajudar o jogador.

Últimas de Esporte