Árbitro do Fla-Flu se diz chateado e afirma: 'não houve comemoração nenhuma'

Wagner Magalhães, que foi eleito o melhor juiz do Campeonato Carioca, garante que não demonstrou felicidade com gol do Flamengo

Por O Dia

Rio - A cerimônia de premiação do Campeonato Brasileiro 2017 contou com uma curiosidade. Na categoria de melhor árbitro quem levou o troféu foi Wagner Nascimento Magalhães, que apitou a final do Fla-Flu e se tornou um dos assuntos mais comentados da última segunda-feira, por supostamente ter comemorado o gol do Flamengo.

Wagner Magalhães foi eleito o melhor árbitro do Campeonato CariocaReprodução Vídeo

O árbitro fez questão de esclarecer o que aconteceu no lance do primeiro gol rubro-negro. "A gente procura fazer o melhor trabalho possível no campo de jogo e fica chateado pelo que falaram, de uma comemoração no gol. Jamais houve isso, estamos ali para fazer um trabalho de excelência e não houve comemoração nenhuma. Considero minha atuação muito boa na partida de ontem (domingo), e a comissão também gostou. Eu trabalho com apito. Inclusive, no gol do Fluminense eu também ameaço botar o apito na boca. É a mesma coisa, só que o apito estava na mão, nada de comemoração".

O presidente do Fluminense, Pedro Abad emitiu uma nota oficial criticando o árbitro. No comunicado, Abad afirma que, ao não marcar falta de Réver sobre Henrique, no lance que originou o gol de Guerrero, Wagner Nascimento Magalhães cometeu 'erro em lance capital'. O documento ainda diz que o juiz fez 'gestos infelizes', em referência às publicações que bombaram na Internet falando sobre uma possível comemoração dele na final.

Por conta da falha, o Fluminense também afirma que analisará uma possível participação do árbitro em futuros jogos do clube, ressaltando que é impossível contestar a falta sem 'agredir o bom senso'.

Últimas de Esporte