Paulo Autuori diz não ao Fluminense e clube começa uma nova busca

Tricolor não chega a acordo salarial para contratar o ex-treinador, que ajudaria Abel Braga na administração do elenco

Por O Dia

Rio - Mais uma vez o Fluminense não conseguiu trazer um ex-técnico experiente e vitorioso para ajudar Abel Braga no dia a dia com o grupo de jogadores. Depois de Carlos Alberto Parreira recusar o pedido para ser vice de futebol por causa de compromissos pessoais, desta vez foi Paulo Autuori que não aceitou a oferta para ser o novo gerente do Tricolor.

Paulo Autuori não aceitou a oferta para ser o novo gerente do FluminenseCarlos Moraes / Agência O Dia

Apesar das conversas estarem bem adiantadas, inclusive já tendo discutido o projeto para 2018 e as funções do cargo, Autuori e Fluminense não se entenderam na questão salarial. O ex-treinador pediu um valor acima do planejado pela diretoria tricolor e não aceitou reduzir até o teto estipulado pelo clube, em grave crise financeira e que continuará com o problema na próxima temporada.

Com a negativa, o Fluminense volta à estaca zero e terá de encontrar um novo dirigente. O problema é que são poucas as opções para o perfil estipulado pelo comitê gestor do futebol, que é de um ex-treinador com experiência em gerenciamento de grupo, para ajudar Abelão no vestiário e diminuir o peso sobre ele.

Sem conseguir finalizar a reestruturação do departamento de futebol, o Fluminense perde tempo no planejamento para a próxima temporada. Por enquanto, Marcelo Teixeira, que é cotado para retomar o trabalho de comando das divisões de base do clube, segue responsável pela montagem do elenco para o ano que vem.

De acordo com matéria publicada pelo jornal português 'A Bola', o Porto pretende pedir o empréstimo de Wendel ao Paris Saint-Germain, assim que seja finalizada a compra do jogador ao Fluminense, que deve receber cerca de 10 milhões de euros (R$ 38,5 milhões) pela venda do volante.

Os portugueses chegaram a negociar com o Tricolor, mas ofereceram pouco. Já os franceses pretendem emprestar Wendel num primeiro momento para que possa ganhar experiência num clube europeu.