Por explosão contra o Cruzeiro, Vasco pode perder dez mandos de campo

Clube foi denunciado pela Procuradoria de Justiça Desportiva

Por O Dia

Rio - Em um dia bem tumultuado, o Vasco ainda recebeu uma notícia ruim no fim da tarde desta segunda-feira. O Gigante da Colina foi denunciado pela Procuradoria da Justiça Desportiva devido a explosão de uma bomba na partida contra o Cruzeiro, em São Januário, no último dia 13. Com isso, o clube carioca pode pegar uma punição de até dez jogos de suspensão do mando de campo e levar uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Vasco pode sofrer punição por explosão na ColinaAndré Mourão / Agência O Dia

"Após o término do jogo, com a arbitragem no vestiário, se escutou uma explosão que foi confirmada pelo chefe do policiamento, Ten. Cel. Fiorentini, de que se tratava de um explosivo que foi arremessado para dentro do campo pela torcida do C. R. Vasco da Gama, não chegando a atingir as pessoas", escreveu na súmula o árbitro Leandro Pedro Vuaden.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Ainda não há data prevista para o julgamento do processo. Na denúncia, além da súmula, estão atreladas as imagens de televisão, que comprovam o ocorrido. Por entender que o Vasco, mandante da partida, não tomou as providências necessárias para prevenir e reprimir desordens e o lançamento de objeto em sua praça de desporto, o clube foi enquadrado no artigo 213, inciso III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).