Eurico é alvo de protesto na porta de São Januário

Indignados com a péssima fase do time, torcedores queimam bonecos

Por O Dia

Boneco de Eurico foi queimado na ColinaReprodução Internet

Rio - Com a corda no pescoço no Campeonato Brasileiro, os jogadores do Vasco treinaram duro ontem de manhã, na academia da Universidade Estácio de Sá, na Barra da Tijuca. Enquanto isso, do outro lado da cidade, cerca de 30 membros de facções organizadas fizeram um protesto contra o presidente Eurico Miranda, em São Januário.

Dois bonecos vestidos com camisas com o rosto de Eurico foram queimados e duas faixas com provocação exibidas em frente à sede do clube. “Cadê o respeito?”, questionavam.

A manifestação foi observada de perto por policiais militares e não teve maiores consequências. Indignados com a péssima fase do time, que tem apenas 12 pontos em 16 jogos no Brasileiro, os torcedores prometem uma manifestação maior esta semana. O próximo jogo do Vasco será contra o Joinville, domingo, no Maracanã.