Furacão Maria chega a Porto Rico

Com ventos a 250 km/h, tempestade atingiu o país nesta quarta

Por O Dia

EUA - Depois de deixar pelo menos dois mortos em sua passagem pelo Caribe e de castigar as Ilhas Virgens americanas, o olho do furacão María atingiu Porto Rico nesta quarta-feira, com ventos de 255 km/h.

Maria chegou a San Juan nesta quartaAFP

O centro do furacão entrou na ilha perto de Yabucoa, sul de Porto Rico, às 6h15 locais (7h15 de Brasília). O María se encontra na categoria 4 da escala Saffir-Simpson, que mede esses fenômenos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

O furacão irá cruzar o arquipélago americano durante o dia e, na sequência, passará ao norte da República Dominicana, acrescentou o NHC. Em Porto Rico, cerca de 3,5 milhões de moradores correram ontem para comprar produtos de primeira necessidade e proteger suas casas e negócios.

Cerca de 500 abrigos com capacidade para 67 mil pessoas foram abertos para enfrentar o furacão, que "pode ser o pior do (último) século em Porto Rico", afirmou o governador deste território americano, Ricardo Rossello Nevares.

Pelo menos 50 mil casas continuam sem energia elétrica nesse território desde a passagem do furacão Irma. Às 5h locais (6h, horário de Brasília), 11.229 pessoas já haviam procurado abrigo, tuitou o governador.

"Confesso que tenho medo. Pela primeira vez estou preocupada, porque é a primeira vez que vou ver um furacão dessa intensidade", disse à AFP a professora Noemi Aviles Rivera, de 47 anos, que sobreviveu a dois deles: Hugo, em 1989, e Georges, em 1998. 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência