Casa Branca pede ao Congresso que não atrapalhe negociações com o Irã

'É importante que o Congresso reserve sua capacidade de legislar para o momento em que seja mais eficaz', disse o porta-voz

Por O Dia

Washington - A Casa Branca pediu nesta terça-feira ao Congresso americano que não obstaculize as negociações sobre o programa nuclear do Irã com a aprovação de novas sanções contra o país islâmico.

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, assegurou que "é importante que o Congresso reserve sua capacidade de legislar para o momento em que seja mais eficaz" e não interfira assim nas negociações lideradas pelo Grupo 5+1 (EUA, Rússia, Grã-Bretanha, França, China e Alemanha).

"Não se trata de estar a favor ou contra as sanções. Esta administrção impôs as sanções mais asfixiantes da história contra o Irã. E apreciamos a influência dessas sanções e agradecemos ao Congresso a colaboração que nos deu nesse esforço", declarou o porta-voz em seu entrevista coletiva diária.

Por sua parte, a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki, assegurou que o secretário de Estado, John Kerry, acredita firmemente que seria um "erro" o Congresso impor sanções adicionais neste momento.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência