Homens armados atacam Parlamento da Tunísia

Dois agressores e um policial foram mortos, afirma autoridade local

Por O Dia

Túnis -  Homens vestidos como soldados e com um forte armamento atacaram as imediações do Parlamento tunisiano nesta quarta-feira, matando ao menos oito turistas e fazendo dezenas de pessoas reféns em um museu nas proximidades, segundo fontes do governo.

"Os militantes atacaram o complexo de edifícios do Parlamento, o qual inclui um museu, matando as oito pessoas", disse um porta-voz do Ministério do Interior.

Forças de segurança tunisianas cercam área do ParlamentoReuters

O tiroteio começou no início da tarde, segundo a agência de notícias estatal TAP. De acordo com as forças de segurança do país, dois agressores e um policial foram mortos em uma operação após horas de sequestro. Um outro foi detido.

As Forças Armadas da Tunísia vêm combatendo militantes islamistas que emergiram no país depois do levante contra o governo autocrata de Zine El Abidine Ben Ali, em 2011. Além disso, milhares de tunisianos deixaram o país para lutar ao lado dos grupos militantes na Síria, Iraque e Líbia, e o governo teme que, ao retornarem, esses jihadistas que realizam ataques na Tunísia.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência