Moradores da Zona Oeste protestam contra a falta de energia e fecham estradas

Reportagem de O DIA foi surpreendida por oito homens em quatro motos que lançaram bombas contra o carro da empresa

Por marcello.victor

Rio - Três protestos pela falta de energia elétrica deixaram o clima tenso em três bairros da Zona Oeste do Rio, entre a noite de quarta-feira e madrugada desta quinta-feira. Moradores fecharam estradas e atearam fogo em pneus e lixo. Um ônibus, um carro e um radar da Prefeitura foram incendiados. No momento, a situação é de aparente tranquilidade na região.

No protesto mais violento, moradores da Estrada da Posse, em Campo Grande, incendiaram um ônibus da Viação Pégaso e um carro. A informação foi confirmada pelo 40º BPM (Campo Grande). Um radar da Prefeitura também foi danificado. Eles interditaram a via por volta das 21h.

Ônibus foi incendiado durante protestoMarcius Duquerne / Agência O Dia

Segundo os manifestantes, pelo quarto dia consecutivo o fornecimento de energia na região sofreu queda prolongada. A via ficou fechada por pelo menos cinco horas, devido a barricadas feitas com lixo, madeira e pneus que foram incendiados. Muitos motoristas voltaram de ré ou na contramão. Com a ausência da PM e dos bombeiros a situação ficou fora de controle.

O clima na região era hostil no fim da noite. A reportagem de O DIA foi surpreendida por um grupo de oito homens em quatro motos. Eles cercaram o veículo e lançaram bombas de cabeção de nego embaixo do veículo. No início da madrugada, uma equipe do SBT retornou após ser orientada por outros moradores a não se aproximar do local do protesto, sob a ameaça do veículo da emissora de TV também ser incendiado por outros manifestantes revoltosos.

O 40º BPM pediu reforço e policiais do Batalhão de Choque seguiram para o local. Segundo os PMs, a situação foi controlada ainda de madrugada. Não há informações de confrontos, feridos, apreensões ou prisões. Nas redes sociais, internautas postaram mensagens dizendo que durante o protesto várias fogueiras foram acesas na via, tiros foram disparados e veículos incendiados.

Nas estradas do Mato Alto e da Cachamorra, em Guaratiba, moradores também bloquearam o entroncamento das duas vias para protestar pela falta de luz. Na Estrada do Magarça, em Santa Cruz, moradores atearam fogo a pneus, caixas de papelão de colchões para protestar pelas falhas no fornecimento de energia na região. Segundo PMs, do 27º BPM (Santa Cruz), no início da madrugada a situação foi controlada.

Até o fim da noite de quarta-feira, a Light confirmou a existência de problemas no fornecimento de energia na região. Ainda segundo a empresa, parte já havia sido resolvido e técnicos trabalhavam para normalizar a situação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia