Preso suspeito de assaltar joalheria na véspera de Natal

Ele foi detido no Vidigal e não resistiu a prisão. Outros quatro envolvidos no crime já haviam sido presos, em fevereiro

Por O Dia

RIo - Acusado de assaltar uma joalheria na véspera de Natal, Djalma Roberto da Costa Júnior, de 22 anos, foi preso no Morro do Vidigal, em São Conrado, por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, na manhã de sexta-feira. Outros quatro envolvidos no crime já haviam sido presos, em fevereiro.

Foragido da Justiça havia seis meses, Djalma foi reconhecido pelos PMs e conduzido à 15ª DP (Gávea). Segundo investigações da 90ª DP (Barra Mansa), ele é integrante da quadrilha que invadiu e roubou joalheria na Avenida Joaquim Leite, no Centro de Barra Mansa, no dia 24 de dezembro.

Na ocasião, seis homens armados entraram no estabelecimento — um deles segurando uma granada —, mantiveram funcionários e clientes como reféns e fugiram levando joias e dinheiro. O prejuízo foi calculado em cerca de R$ 500 mil. Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, o grupo planejou o crime durante quatro meses.

No início de fevereiro, em operação que contou com apoio de equipes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), policiais da 90ª DP prenderam Leonel Araújo de Andrade, o Leo, de 36, e Jackson Anselmo Rodrigues, de 46, também no Morro do Vidigal. Na Favela da Rocinha, foram presos Rafael Rodrigues Gomes, de 31, e José Dimincli Montenegro Gomes, de 22. Com a prisão de Djalma, apenas Ivan da Silva Martins continua foragido.

Últimas de Rio De Janeiro