Eduardo Paes confirma que Pedro Paulo é candidato à Prefeitura do Rio

Prefeito afasta hipótese de secretário desistir da disputa em 2016

Por O Dia

Rio - “Chance Zero.” Com esta declaração à revista ‘Época’, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), afastou ontem a hipótese de seu secretário executivo de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho, não ser candidato à sua sucessão. Paes garantiu que o peemedebista vai disputar e vencer as eleições no ano que vem.

É primeira declaração de Paes após a revelação do segundo caso de agressão de Pedro Paulo à ex-mulher, a turismóloga Alexandra Mendes Marcondes.“Chance zero de ele não ser candidato! Pedro Paulo é candidato e vai vencer as eleições”, disse o prefeito.

Diante da revelação de mais um episódio de violência doméstica protagonizado por Pedro Paulo e a ex-mulher, setores do PMDB do Rio passaram a defender nos bastidores a desistência do apadrinhado de Paes de disputar a prefeitura do Rio, em 2016.

Nesta sexta-feira, o prefeito reafirmou sua confiança em seu aliado e deixou claro aos dissidentes que, pelo menos por enquanto, não pretende abrir mão da candidatura de Pedro Paulo. “Nunca me importei com a vida pessoal e familiar de ninguém”, disse o prefeito à ‘Época’.  Na quinta, Pedro Paulo reconheceu outra agressão à ex-mulher, em 2008. A revista ‘Veja” revelou, há cerca de um mês, um laudo de exame feito por Alexandra após ter sido agredida em fevereiro de 2010 por Pedro Paulo.

Na época, o secretário se apresentou nota assinada pela ex-mulher em que negava as agressões. Ela afirmava que o registro na polícia era “invenção num momento de desespero do fim do relacionamento conturbado”. Três semanas depois, Alexandra confirmou ao Ministério Público do Rio ter ocorrido “agressões recíprocas”. 

Últimas de Rio De Janeiro