Do Carnaval do Rio para Barra Mansa

Banda de fanfarra faz show gratuito em unidade do Sesc no domingo. No Rio, tem peça no Centro

Por O Dia

Rio - Banda que todos os anos anima o Carnaval de rua do Rio, com bloco tradicional na Praia Vermelha, na Urca, a Bagunço faz show gratuito domingo, dia 24, no Sesc Barra Mansa, a partir das 15h. O repertório do conjunto, que se apresenta de forma festiva e irreverente, é formado por versões de clássicos da MPB e do pop mundial, além de composições autorais. O toque do jazz fica por conta das improvisações dos metais.

A Bagunço surgiu em 2013 a partir da reunião de sete músicos. O objetivo inicial era se apresentar nas ruas e praças do Rio, onde os artistas forjaram um som urbano e carioca, que estimula o público a interagir a cada movimento. A postura dos instrumentistas também estimula a participação da plateia. Enquanto tocam, eles recitam poesia e propõem danças e brincadeiras. No final do espetáculo, ainda trocam de instrumentos, descem do palco e assumem o formato de fanfarra para se misturar ao público.

O espetáculo 'Bagunço' é a atração de domingo do Sesc Barra MansaDivulgação

A Bagunço também desenvolve um trabalho de pesquisa sobre gêneros musicais de origens diversas. Assim, surgem as composições autorais, que exploram forró, samba, salsa, rock, funk, jazz, brega e canção francesa. As músicas são criações coletivas da banda, que é formada por Clément (trombone), Michel Moreaux (sax alto), João Ribeiro (teclados), Daniel Pimenta (baixo e tuba), David Gonçalves (guitarra), Filipe Paninho (bateria) e Mathias Maffort (sax).

MÃES EM DESESPERO

Hoje, às 19h, tem sessão da peça 'Um Berço de Pedra' no Sesc Ginástico, no Centro do Rio [ERRAMOS: ao contrário do que publicado, a sessão da peça não é gratuita] No espetáculo, seis atores interpretam uma coletânea de cinco textos inéditos de Newton Moreno, que se relacionam a partir de um tema em comum: a maternidade como ofício e resistência. Em cada história, os personagens principais são mães que se veem obrigadas a defender seus filhos de alguma ameaça. Em alguns casos, na iminência de perdê-los. A direção é de William Pereira.


 

Últimas de _legado_Projeto Transformação