Acusada de matar policial no Gasômetro é presa em Belford Roxo

Rivagner Batista dos Santos foi morto em abril deste ano durante uma tentativa de assalto

Por O Dia

Rio - Uma das pessoas acusadas de matar o policial civil Rivagner Batista dos Santos no viaduto do Gasômetro, na região Portuária, em abril deste ano, foi presa nesta quarta-feira. Rayene Rodrigues da Silva, conhecida como "Monoco", de 19 anos, foi localizada em Belford Roxo, após informações do Disque Denúncia.

Rayene Rodrigues da Silva foi presa nesta quarta-feira. Já Aleksander da Conceição de Souza continua foragidoDivulgação

De acordo com as investigações, Rayene em companhia de Werneck Macedo Soares, Aleksander da Conceição de Souza e um adolescente de 17 anos mataram o policial para roubar seus pertences.

Com base nas provas reunidas, o delegado representou pela decretação da prisão dos autores e pela busca e apreensão do adolescente, medidas que foram deferidas pela Justiça. Em julho, Werneck foi preso e o adolescente apreendido.

O Delegado Fábio esclarece que o adolescente vai responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio e, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, as medidas socioeducativas previstas vão até a internação em estabelecimento educacional pelo período máximo de três anos. Já para Werneck, Aleksander e Rayene as penas pelo crime de latrocínio podem chegar a 30 anos de prisão.

Quem tiver qualquer informação que possa contribuir para a localização de Aleksander, que ainda se encontra foragido, pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823, (21) 2334-8835 e pelo chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br/. A denúncia também pode ser realizada pelo Disque Denúncia 2253-1177.


Últimas de Rio De Janeiro