Por monica.lima

"Este é um mercado para todos e que tende a mudar%2C com a mudança de comportamento do consumidor”%2C diz Marcos Leta criador da Sucos Do BemDivulgação

O mercado de sucos prontos no Brasil cresce na esteira do crescimento econômico e cerca de dois milhões de domicílios incluíram o produto em sua cesta de consumo, segundo informações da consultoria Nielsen. Boa parte, lares da chamada nova classe média. E as pequenas e médias empresas viram neste filão um caminho para crescer, usando a criatividade.

Uma delas é a Sucos do Bem, criada por Marcos Leta, que deixou o mercado financeiro para investir no segmento. “Fazemos parcerias em todo o Brasil para fornecimento das frutas e processamento. Não tememos as grandes marcas. Este é um mercado para todos e que tende a mudar, com a mudança de comportamento do consumidor”, afirma ele, hoje uma média empresa, presente em 15 mil pontos de venda. Os preços variam de R$ 2 a R$ 11,90 (para a versão de um litro dos sucos funcionais). Segundo uma fonte, a Do Bem deverá fechar o ano com R$ 200 milhões no caixa.

Além dela, outras empresas estão buscando o seu lugar ao sol neste mercado. Uma delas é a paulistana Juxx, que tem sucos de romã, cranberry e aposta no segmento funcional. Mesmo caminho trilhado pela Uuulalá, também paulista e que oferece sucos para dietas e para dar aquele reforço no treino, com a facilidade de entrega na casa do consumidor.

SOLUÇÕES & OPORTUNIDADES

Uma comitiva multissetorial com 32 líderes dos setores público e privado do Estado de Utah — no Oeste americano — desembarca hoje no Rio. O objetivo da missão empresarial é buscar parcerias de negócios em território fluminense e atrair investimentos para Utah. A missão não é exclusivamente voltada para pequenas e médias empresas, contudo, 50% das companhias participantes da comitiva são do segmento.

O Sistema FIRJAN, através do Instituto Euvaldo Lodi (IEL do Rio) e iniciativa do Conselho de Jovens Empresários (CJE), realiza no dia 12 de novembro, das 9h às 12h30, o VIII Seminário de Empreendedorismo, com o tema “Empreendedorismo Inovador”. O evento é integrado à Semana Global de Empreendedorismo.

No dia 25, a ABF-Rio vai discutir o uso do marketing científico — que usa os conceitos das ciências exatas e sociais para entender o comportamento do consumidor —, no franchising, para aumentar as vendas e ampliar a visibilidade da marca. Informações pelo e-mail cursos@abfrj.com.br

Franqueados ganham centro de treinamento

A rede de fast food saudável Açaí no Ponto inaugurou a primeira loja-escola no estado de São Paulo, estruturada para treinamentos teórico e prático de franqueados e equipes de novas unidades. A escola fica em São Caetano do Sul, na região metropolitana. A marca tem outra estação de treinamento, em Manaus (AM).

Park abrirá mais franquias de idiomas

A Park Idiomas — franquias de escolas de inglês criada em Uberlândia(MG) — trabalha para chegar a 94 unidades nos próximos três anos. Até o final deste ano a rede deve chegar 41 escolas em funcionamento no país. Para 2015, o plano é abrir 24 unidades em 18 cidades mineiras, 23 municípios paulistas e chegar ao estado de Goiás.

Sorridents terá 350 unidades até 2018

A Sorridents, rede de clínicas odontológicas, inaugurou a 43ª unidade na Grande São Paulo e chega a 157 clínicas em todo o Brasil. Para o final de 2014, a previsão de faturamento é de
R$ 180 milhões. A meta é ter até 350 clínicas no país até 2018.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia