Por O Dia

Rio - Mais do que praticamente garantir o vice, a vitória de Rosberg no GP do México é de grande importância para a próxima temporada. Como a Mercedes sobra - e assim deve continuar em 2016 -, é essencial que o alemão tenha condições mentais para tentar brigar com Hamilton, única opção para termos emoção na disputa.

Rosberg fez a festa no MéxicoEfe

E as próximas corridas serão encaradas por Nico como uma tentativa de mostrar que pode ser tão competitivo e bater o tricampeão. Algo que aconteceu na primeira parte de 2014, até o toque entre os dois na Bélgica. Considerado culpado pela equipe, Nico perdeu a cabeça e foi engolido pelo inglês naquela reta final e neste ano.

Agora, com quatro poles seguidas e uma vitória, ele sabe que só ganhará força se bater o rival nos GPs que restam. A briga por 2016 já começou.

Nem deu para torcer

Pelo segundo GP seguido os brasileiros tiveram desempenho sofrível. Depois de treino ruim, Massa foi burocrático e ficou atrás das RBRs. Nasr teve problemas todo o fim de semana. Está difícil para a dupla...

Uma lição para os organizadores da F-1

Foram 300 mil ingressos vendidos para os três dias do GP do México. O retorno ao país trouxe um clima especial e foi a prova de que a F-1 deveria dar maior importância para pistas históricas ou tradicionais e esquecer o dinheiro de novos destinos, como Azerbaijão, que não acrescentam nada.

Últimas de _legado_Notícia