OS APLICATIVOS DO TRABALHO

Dataprev lança aplicativo com carteira de trabalho digital e dá início ao serviço de requerimento do seguro-desemprego pela internet. Sistemas reduzirão filas

Por O Dia

carteira digital
carteira digital - ARTE O DIA

As cenas de pessoas dormindo na fila dos postos de atendimento para dar entrada no seguro-desemprego ou para se candidatar a uma vaga tendem a diminuir com a digitalização de ferramentas de trabalho. O processo está em curso e já apresenta resultados. O aplicativo Sine Fácil, lançado em maio, registrou cerca de 180 mil agendamentos de entrevistas pelo celular. O número foi divulgado na terça-feira, quando o governo federal lançou a versão 2.0 do app, e ampliou serviços com a implantação da carteira de trabalho digital e do requerimento online para o seguro-desemprego. Os sistemas foram desenvolvidos pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev).

A entrada no benefício, que antes era feita somente a partir de agendamento nos postos do Sine, agora pode ser solicitada de casa, pela internet. Para requerer o seguro-desemprego, o cidadão deve se cadastrar no portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br). Após a validação dos dados, o usuário recebe acesso ao menu 'Solicitar Seguro-Desemprego'. "Ao término da solicitação, o cidadão confere o valor e as parcelas a que tem direito. Ele só precisa apresentar, no posto de atendimento, os documentos para retirada do benefício", explica Flávio Sampaio, analista de TI da Dataprev.

Se houver alguma pendência, o trabalhador será informado na hora. "Pelo site mesmo, durante a solicitação, ele saberá por que os dados não batem, o que fazer e onde ir para resolver o problema", complementa o analista de TI da Dataprev.

NA PALMA DA MÃO

Todas as informações sobre vínculos de emprego e dados pessoais do trabalhador agora podem ser acessadas do celular, pelo aplicativo CTPS Digital, que reproduz a carteira de trabalho na tela do celular. Em três dias de funcionamento, o app já foi baixado por cerca de 50 mil pessoas. No aplicativo, também é possível solicitar primeira ou segunda via do documento. "O trabalhador pode verificar quase que em tempo real as informações que as empresas prestam ao governo a seu respeito. Eventualmente, pode haver dados conflitantes em relação à função desempenhada ou salário pago. E as pessoas só se dão conta disso quando buscam algum benefício", explica o analista.

Com seis meses de funcionamento, outro sistema da Dataprev, o aplicativo Sine Fácil, em que o usuário se candidata a vagas de emprego e agenda entrevistas pelo celular, ganhou novas funcionalidades. Agora, o currículo pode ser cadastrado no próprio app e o usuário pode alterar, a qualquer momento, dados como pretensão salarial e objetivos profissionais.

Desde a sua entrada em funcionamento, no dia 23 de maio, mais de 700 mil pessoas baixaram o aplicativo. No período, houve cerca de 20 milhões de consultas a vagas de emprego. Somente em outubro, foram 5 milhões.

Galeria de Fotos

asdasasd asdasdasd
Autoridades no lançamento do CTPS Digital. Ao centro, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira Divulgação
carteira digital ARTE O DIA

Comentários