Renato Gaúcho observa a movimentação dos jogadores do Grêmio
Renato Gaúcho observa a movimentação dos jogadores do GrêmioLUCAS UEBEL / GREMIO FBPA
Por
Renato Gaúcho não quer saber de ficar projetando uma possível final contra o Real Madrid. Seu foco está na estreia do Grêmio no Mundial de Clubes hoje, às 15h (de Brasília), diante do Pachuca, do México, em Al Ain. Quem ganhar decidirá o título com o vencedor de Real Madrid e Al Jazira, que se enfrentam amanhã, no mesmo horário. A final será disputada no sábado.
"Não adianta ficar falando de Real, temos é o Pachuca pela frente. Até porque ninguém sabe se eles estarão na final. Nosso objetivo é o Pachuca. Estamos preparados para fazer esta semifinal. A partir do momento em que acabar este jogo, veremos o que aconteceu', afirmou Renato.
Publicidade
O Pachuca já jogou no Mundial, derrotando o Wydad Casablanca, na prorrogação, por 1 a 0. "Sabemos que é o jogo da vida deles, mas vai ser o das nossas vidas também. Conhecemos tudo do adversário. Nosso grupo é consciente, pensamos só no Pachuca", completou Renato.
O treinador fez uma análise do rival e do futebol mexicano: "Meio parecido com o futebol do Brasil, alegre, ofensivo. Cada clube tem suas qualidades, sempre gostei do futebol mexicano, e tenho certeza de que é recíproco. Infelizmente os clubes mexicanos não estão mais na Libertadores, mas temos na semifinal o Pachuca que é sem dúvida um osso duro, carne de pescoço".
Publicidade
Ele deixou claro que o pensamento do Grêmio é ir à final: "Vamos respeitar, mas viemos para ganhar. O Grêmio pensou grande o ano todo, veio para ganhar, com todo respeito ao adversário."