'Queria que Lívia fosse bem escrota', diz Grazi Massafera

Atriz sonha com mais cenas pesadas para sua primeira vilã em 'O Outro Lado do Paraíso'

Por BÁRBARA SARYNE

Grazi Massafera e Vitor Figueiredo em O Outro Lado do Paraíso
Grazi Massafera e Vitor Figueiredo em O Outro Lado do Paraíso - Marilia Cabral/Globo

Filha da vilã Sophia (Marieta Severo) em 'O Outro Lado do Paraíso', Lívia, personagem de Grazi Massafera, tem a quem puxar quando o assunto é fazer maldades. Sem poder ter filhos no folhetim, a irmã de Gael (Sérgio Guizé) armou para cima da própria cunhada só para criar o sobrinho sem interferências.

Ainda assim, Grazi acredita que Lívia não é malvada e sonha com cenas mais pesadas na trama de Walcyr Carrasco. "Eu queria que ela fosse bem escrota, que ela aprontasse muito, para o povo ficar com bastante raiva. Eu queria que ela se juntasse com a mãe e fizesse atrocidades", dispara a atriz, que, antes disso, só havia feito mocinhas na TV.

No que diz respeito ao seu trabalho em 'O Outro Lado do Paraíso', a verdade é que, mesmo sem a atriz assumir, o plano de Sophia para colocar Clara (Bianca Bin) num hospício jamais seria bem-sucedido sem a ajuda de Lívia. Na época, a personagem de Gazi dopou a protagonista e ainda ofereceu remédios que provocaram alucinações à moça.

Após deixar o hospício, onde passou uma década, a neta de Josafá (Lima Duarte) começou a se vingar dos algozes. Lívia, que criou o filho de Clara durante todos esses anos, não está fora da lista da protagonista, e tudo indica que o embate das duas belas e ricas personagens será muito "pesado".

"Ah, você viu como a mãe dela manipula? Vamos jogar tudo nas costas da Marieta? (risos)", brinca Grazi. Sem querer defender Lívia, mas evitando ser injusta, a artista se lembrou de que o que se passa na cabeça da megera, com certeza, tem a ver com o "psicológico abalado".

"Nada justifica, mas ela tem um lugar obscuro na psicologia de uma mulher que não conseguiu ter filhos. Quem não pode ter filhos sabe como é essa dor. É claro que ela poderia adotar, mas, vindo da mãe que ela tem, se justifica um pouco", minimiza Grazi.

Mãe de uma menina de 5 anos, a ex-BBB conta que mudou muito após ganhar Sofia. Com tanta exposição, ela diz que não gosta de tirar fotos da herdeira com o uniforme da escola e, neste momento, também não deixaria a pequena participar de novelas ou investir na carreira artística, caso surjam convites.

"Eu sou uma outra pessoa, amadureci mais. Tantas coisas mudaram... A visão do mundo, a visão da vida, a visão das coisas, o sentimento de compaixão e gratidão. Descobrir o mundo pelos olhos de uma criança é a coisa mais linda que existe", exalta.

Aos 35 anos, Grazi conta que, assim como Lívia, também vira uma leoa quando precisa defender a filha. Sem revelar se está ficando com alguém após o recente término com o empresário Patrick Bulus, ela já sonha com o segundo filho, mas prefere não falar sobre o assunto, no momento.

Nas redes sociais, a atriz mostra que é evoluída e até troca curtidas com Mariana Goldfarb, a atual de Cauã Reymond. Indignada, a global diz não entender o estranhamento das pessoas. "Nossa, isso é mais uma polêmica que o povo inventa, de que não pode ter uma harmonia".

Galeria de Fotos

Grazi Massafera e Vitor Figueiredo (no detalhe, acima), que vive Tomaz, filho de Clara criado por Lívia fotos Marilia Cabral/Globo
Grazi Massafera e Vitor Figueiredo em O Outro Lado do Paraíso Marilia Cabral/Globo

Comentários

Últimas de Diversão