Projeto é eleito pela ONU como melhor prática de gestão da água do mundo

No encontro, que vai até esta sexta-feira, estão previstas as participações do ministro de Minas e Energia Eduardo Braga, do teólogo e filósofo Leonardo Boff e da representante da ONU Águas, a espanhola, Josefina Maestu

Por O Dia

Foz do Iguaçu - Com a presença de cerca de 5 mil pessoas, foi aberto nesta quinta-feira, em Foz do Iguaçu, no Paraná, o 13° Encontro Cultivando Água Boa (CAB), projeto premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a melhor prática de gestão da água com responsabilidade social no mundo.

"Precisamos celebrar esse prêmio, recebido durante a Década da Água da ONU e planejar o avanços das iniciativas já implantadas aqui e que deram resultados. Estamos realizando sonhos", avaliou o diretor de Coordenação e Meio Ambiente da empresa Itaipu Binacional, Nelton Miguel Friedrich.

Encontro foi premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a melhor prática de gestão da água com responsabilidade social no mundoDivulgação

No encontro, que vai até esta sexta-feira, estão previstas as participações do ministro de Minas e Energia Eduardo Braga, do teólogo e filósofo Leonardo Boff e da representante da ONU Águas, a espanhola, Josefina Maestu. Há autoridades e delegações de vários países da América Latina, como o México, Venezuela, Colômbia, Argentina, Paraguai, Uruguai, além de dirigentes da Itália e outras nações europeias, que vieram conhecer de perto o projeto premiado.

Na manhã de quinta, oficinas temáticas foram apresentadas com as práticas desenvolvimento rural sustentável; plantas medicinais; educação ambiental; coleta solidária; gestão da bacia hidrográfica; entre outras iniciativas do programa, como o incentivo a produção agrícola orgânica e a piscicultura.

Estão previstas as participações do ministro de Minas e Energia Eduardo Braga%2C do teólogo Leonardo Boff e da representante da ONU Águas%2C a espanhola%2C Josefina MaestuDivulgação


Últimas de Brasil