Casos confirmados de microcefalia já são 1.113

Segundo o Ministério da Saúde, 7.015 casos suspeitos foram notificados desde o início das investigações em outubro de 2015, com a ocorrência de 235 mortes

Por O Dia

Brasília - O número de casos confirmados de microcefalia no Brasil chegou a 1.113 até o dia 9 de abril, segundo balanço do governo. Já foram notificados 7.015 casos suspeitos desde o início das investigações, em outubro de 2015, sendo 2.066 casos descartados e outros 3.836 em fase de investigação. Na última semana, estavam confirmados 1.046 casos, o que representa aumento de 6,4%.

As informações são do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado ontem, que reúne as informações das secretarias estaduais de saúde. Segundo o ministério, foram registrados 235 mortes por suspeita de microcefalia ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gravidez. Desse total, 50 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central, 155 continuam em investigação e 30 foram descartados.pela má-formação.

Governo publicou um plano para garantir a proteção social de crianças com microcefaliaDivulgação

Do total de casos confirmados de microcefalia, 189 tiveram teste laboratorial positivo para o vírus zika.  Os registros confirmados de microcefalia ocorreram em 416 municípios, de 22 unidades da Federação, a maioria na região Nordeste. O estado com maior número de casos confirmados é Pernambuco, com 312 casos, seguido da Bahia, com 203, Paraíba, com 105, e do Rio Grande do Norte, com 85.

Os ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome publicaram ontem no Diário Oficial da União um plano para garantir a proteção social de crianças com microcefalia. A estratégia tem como base a prevenção de doenças, acolhida, cuidado e proteção social, para suporte às famílias, sobretudo gestantes e bebês com a malformação.

Últimas de Brasil