Mentor de sequestro da sogra de presidente da Fórmula 1 é preso em SP

Suspeito seria piloto de helicóptero que presta serviços ao empresário Bernie Ecclestone

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Civil de São Paulo, prendeu em flagrante, na manhã desta segunda-feira, o comandante Jorge Eurico Faria, que é acusado de ser o mentor do sequestro de Aparecida Schunk Flosi Palmeira. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, Mágino Alves Barbosa. Jorge pilotava o helicóptero que servia à família nos eventos de Fórmula 1 na capital paulista e, portanto, conhecia a rotina de Aparecida.

LEIA TAMBÉM: Sogra de chefão da Fórmula 1 é libertada de cativeiro em São Paulo

Jorge Eurico da Silva Faria era piloto de helicóptero e prestava serviços para a família e para o chefe da F-1Reprodução/TV Globo

Aparecida é sogra de Bernie Ecclestone, empresário da Fórmula 1, e ficou sequestrada por nove dias. Segundo o secretário, Jorge será apresentado à audiência de custódia ainda hoje. “Ele não se mostrou surpreso no momento da prisão, na casa dele, na Granja Viana”, disse o secretário. Além do comandante, dois executores do sequestro estão presos.

O primeiro a ser detido foi David Azevedo, que estava em sua casa. O segundo foi Vitor Oliveira, preso no cativeiro. “Ambos já tinham passagens pela polícia por roubo”, informou Mágino Alves. A vítima não relatou maus-tratos durante o sequestro. Ela também não sofreu ferimentos.

O governador Geraldo Alckmin informou que não houve pagamento de resgate. “É importante porque isso desestimula o sequestro. Temos a melhor polícia do país”, ressaltou. “Foi um trabalho de inteligência, técnica e preparo”.

Com informações da Agência Brasil

Últimas de Brasil