Por bianca.lobianco
Mulher preferiu dar entrevista de costas pois disse que estava feia. A perseguição cinematográfica contou até com helicópteroReprodução Internet

Rio - Morena, olhos claros e um corpo escultural. A descrição poderia ser de uma modelo, mas é de Estefanni Ramires, conhecida como ‘a ladra gata’, de 19 anos. Ela foi presa na tarde de terça-feira, após uma perseguição cinematográfica na BR-116, no Km 05, em Campina Grande do Sul, no Paraná. A ação foi filmada pelo helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Segundo informações da polícia, a equipe do 22º BPM recebeu denúncias de que uma picape Nissan Frontier tinha sido roubada na Rua Henrique Gonzaga de Souza Neto, no bairro Guatupê. O veículo tinha rastreador, que indicava que ele estava trafegando pela BR-116. O helicóptero localizou o carro correndo a mais de 150 km/h e auxiliou o trabalho dos colegas.

Comparsa fugiu
Publicidade
Ao ser abordada, Estefanni não estava armada. A ladra gata estaria acompanhada de um suposto comparsa, que conseguiu fugir. “Ela foi muito debochada. Saiu do carro e disse aos PMs que era receptação e aqui (na delegacia), aos jornalistas, falou que, se fosse um carro esportivo, não seria capturada”, contou o delegado João Marcelo Renk Chagas, titular da Delegacia de Campina Grande do Sul. Estefanni foi autuada em flagrante por roubo.
‘Vítima diz que ela rendeu’

Segundo o delegado João Marcelo Renk, no depoimento formal, a ladra gata não quis revelar nada. “Ela não disse quem era o comparsa ou se estava armada. Mas a vítima diz que foi ela quem a rendeu com arma na mão. Pelo jeito dela, acreditamos que esteja envolvida em outros episódios. Pedimos que as pessoas que a reconheçam venham à delegacia registrar o crime”, afirmou Renk.

Falou que estava feia

Ladra gata foi debochada na delegaciaReprodução Internet

Questionada pelos jornalistas, Estefanni disse que estava feia e que, por isso, a entrevista seria concedida de costas. “Cada um se vira como pode, né?”, debochou a ladra gata, ao ser perguntada sobre o roubo.

Publicidade
Com mais de quatro mil seguidores no Facebook, Estefanni gosta de ostentar nas redes sociais e fazer apologia ao crime. Além das fotos de biquíni exibindo o corpo, ela postou uma imagem de pistola com batom e bolsa de marca.

Publicidade


Você pode gostar