Ricardo Cota: Na mira do Oscar

‘O Abraço da Serpente’ estreia hoje

Por O Dia

Rio - Com a estreia hoje ‘O Abraço da Serpente’, do colombiano Ciro Guerra, o circuito de cinemas do Rio de Janeiro ganha mais um concorrente ao Oscar na programação.

O filme, que ganhou repercussão internacional ao vencer a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes em 2015, inspira-se no relato de dois pesquisadores, um alemão e outro americano, que se aventuraram na busca de conhecimento científico na selva amazônica. Etnólogo, Theodor Koch-Grunberg vasculhou a selva entre 1903-1905. Etnólogo, Richard Schultes fez percurso semelhante 40 anos depois.

O filme seduz pela belíssima fotografia em preto e branco, com direito a um momento lisérgico em cores, e sobretudo por retomar temas tão caros à contemporaneidade como a redescoberta de culturas soterradas pelo colonialismo e a revalorização de um naturalismo primitivo.

Seu maior adversário, e certamente o grande favorito na categoria, também está em cartaz nos cinemas cariocas. Trata-se do húngaro ‘O Filho de Saul’, de Laszlo Nemes, que acompanha por intermédio de uma narrativa claustrofóbica o pesadelo do pai que tenta dar um enterro digno ao filho em plena rotina cruel de um campo de concentração. Venceu o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro.

Correndo por fora, também em cartaz nos nossos cinemas, segue ‘Cinco Graças’, dirigido pela turca Deniz Ergüven. Em cena a história de cinco irmãs que sofrem o impacto do machismo castiço da Turquia mais profunda. O filme, por ser produção francesa, representa a França na categoria, mas é um libelo feminista contra um mundo arcaico a poucos quilômetros de Istambul. Dificilmente o Oscar de Filme Estrangeiro não ficará entre os três.

Últimas de Diversão