Bia Willcox: Tempo ao tempo

Em plena era de informação 24h estamos tontos, girando ao redor do tempo sem saber que tempo ele realmente tem

Por O Dia

Rio - Já pararam para pensar que o tempo pode ter mudado de tempo? Quando temos a sensação de que ele corre mais rápido, talvez estejamos certos. Falo de um critério de medição mais precisamente na cabeça da gente. Mas... Como a vida não existiria sem ter quem contasse, podemos dizer que sentimos o tic tac dentro da gente. Nunca mais deu tempo para tudo.

Agora sempre temos listas, pendências e tarefas a fazer. Se tentamos zerar a lista, começamos a enxugar gelo. Tem sempre livros e filmes pra ler que não tivemos tempo. Semanas e meses escorrem pelas mãos e a gente jura que foi rápido demais. Olho pro relógio e desconfio dele.

Por outro lado, fazemos muito mais: Trabalhamos mais, sabemos de mais coisas,nos informamos mais, estudamos diferentes coisas, conhecemos mais gente, casamos mais, envelhecemos mais, ou melhor vivemos mais sem envelhecer na mesma proporção.

Então que diacho de tempo é esse que corre tanto e ao mesmo tempo nos parece gentil em nos permitir fazer tanto e mais do que antes?

O tempo é como o sentimos. E em plena era de informação acelerada 24h estamos tontos, girando ao redor do tempo sem saber que tempo ele realmente tem.

Se ele parece as vezes escasso, façamos ele se reproduzir, prolongando seu tempo. Vivam o tic tac com alguns respiros de por do sol e momentos offline, só pra dar tempo ao tempo!

Últimas de Diversão