Belo é uma das atrações da programação do Boulevard Olímpico em Campo Grande

O pagodeiro se apresenta nesta sexta-feira com um repertório de sucessos

Por O Dia

Rio - Que a animação com a Olimpíada continue em alta com a Paralimpíada. Condições para isso não faltam: além da festa de esporte e superação de limites que são os Jogos (abertos na quarta e com duração até 18 de setembro), tem muita diversão com entrada franca na cidade. Além dos oito países que mantém suas casas temáticas, o Boulevard Olímpico já está de volta, com shows e atividades esportivas e paradesportivas neste fim de semana, no Centro e no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande. 

No Porto Maravilha, tocam nomes como Gabriel Moura (amanhã), Cacique de Ramos e Tereza (domingo). Na mesma área, um número que promete chamar a atenção do público é ‘The Garden’, espetáculo da companhia inglesa Graeae baseado no desafio à gravidade. Realizado pelo British Council, o show é feito por atores com e sem necessidades especiais, usando hastes de aço flexível com sete metros de altura e recriando o Jardim do Éden a partir da poesia do britânico William Blake. São duas performances por dia, amanhã (10h e 14h) e domingo (9h30 e 13h30) do número. “Esperamos que gere um debate sobre caminhos para aumentar a inclusão no setor cultural”, alegra-se Martin Dowle, diretor do British Council Brasil.

O pagodeiro se apresenta nesta sexta-feira com um repertório de sucessosDivulgação

NA ORLA CONDE TEM FESTA

Bem perto dali, na Praça Marechal Âncora, rola o evento Noites Tropicais, como parte do movimento ‘#VemPraOrlaConde’, lançado pela Prefeitura do Rio. Amanhã, a partir das 16h, tem feira gastronômica e música com os DJs Doni e Machintal. Outro evento do Boulevard traz os Embaixadores da Alegria — primeira escola de samba voltada para pessoas com necessidades especiais — comandando o Wheelchair Fest, que tem até uma exposição de cadeiras de rodas.

“A Embaixadores da Alegria está em festa por seus dez anos. O festival mostra que existe possibilidade de diálogo entre as diferenças, por meio da arte”, afirma Caio Leitão, curador de conteúdo do festival.

Já no Miécimo, funk e pagode dividem o espaço. Hoje, o vocalista dos Travessos, Rodriguinho, se apresenta no mesmo palco de MC Marcelly. Amanhã, tem o grupo Coisa Séria abrindo o show do rei do pagode Belo. Domingo, tem Nego Bam e Nandinho e grupo Swing e Simpatia.

Na Lapa, tem uma programação paralímpica brasileiríssima na Fundição Progresso durante o fim de semana. É a Casa da Cultura, com três festivais que levaram seus conceitos para o amplo espaço da Lapa. Hoje tem o ‘Festival Coco de Nóis e do Mundo’, com atrações como Caetano da Ingazeira & Barra Mansa, Treminhão, Jaraguá Mulungu Terno de Pífanos e Luiz Brasil, que foi guitarrista de Cássia Eller.

Criado há 15 anos em Goiânia, o festival ‘Vaca Amarela’ vai à Fundição amanhã, com Pó De Ser, Carne Doce, Baleia, Deize Tigrona, Hell Oh e outros nomes novos do rock e da MPB. No domingo, o festival ‘Interações Estéticas’, com nomes como Orquestra de Frevo Zezé Correia (Aliança, PE) e os veteranos do Quinteto Violado (Recife, PE). 

Japão, México, Suíça, Alemanha, Brasil, PyeongChang (condado sul-coreano), Itália, Grã-Bretanha e Colômbia mantém suas casas temáticas durante a Paralimpíada. A Casa Brasil tem hoje show de bossa nova com Paula e Jacques Morelenbaum, em homenagem a Tom Jobim. Amanhã, Leci Brandão reecontra Tantinho da Mangueira. E no domingo, o MPB 4 comemora 50 anos de carreira. Programe-se e descubra que a festa vai além dos jogos. 

Últimas de Diversão