Youtuber Kéfera Buchmann estreia nos cinemas e ataca de cantora

Youtuber interpreta a fada Geraldine no filme ‘É Fada!’

Por O Dia

Youtuber Kéfera estreia nos cinemasDivulgação

Rio - Quando inaugurou o canal de vídeos ‘5incominutos’, há seis anos, a youtuber Kéfera Buchmann, 23 anos, queria ter só um espaço para mostrar seu trabalho como atriz, iniciado na adolescência. Mais de 200 vídeos depois — e após quase dez milhões inscritos no canal — o projeto vem dando certo: Kéfera estreia no cinema na próxima quinta-feira interpretando a fada Geraldine no filme ‘É Fada!’, dirigido por Cris D’Amato e produzido pela Lereby, empresa do veterano Daniel Filho. E inspirado no best seller ‘Uma Fada Veio Me Visitar’, de Thalita Rebouças.

Em turnê pelo Brasil para divulgar o filme (no qual além da fada, ela ainda faz outros sete personagens que incorporam Geraldine — incluindo o pipoqueiro da escola e o motorista da menina mais patricinha do colégio). Kéfera fez pré-estreias em São Paulo e no Rio. “Dei um alô e um recadinho rapidinho. Não daria para dar autógrafos porque eram mais de mil fãs, imagina?”, conta ela, cujos admiradores (em sua maioria meninas adolescentes) chegaram a pedir autógrafos até para a produção do filme, só para estar um pouco mais próximos dela. Kéfera ataca também de cantora na trilha sonora do filme, com o funk ‘Sou Fadona’, composta por Umberto Tavares e Jefferson Jr., autores de funks gravados por Anitta.

“Foi o Daniel que inventou isso!”, diz Kéfera, que em seu canal fez paródias de músicas como ‘Bang!’, de Anitta, e volta e meia aparece cantando. “Ele viu as paródias no canal e pediu que eu gravasse uma música. Fiquei insegura no começo, mas rolou legal. Aos 11 anos, já fazia coral no colégio e cantava na igreja”, diz Kéfera, que canta versos como “vem que a gente apronta/já falei/não sou fadinha/eu sou fadona” e ainda apresenta outra música no mesmo clima, ‘Essa Fada’ — cuja produção envolveu outro veterano do entretenimento, Guto Graça Mello.

Sucesso entre adolescentes, Kéfera faz um papel que tem tudo a ver com as molecagens que apronta no vídeo. Ela é Geraldine, uma fada que perde suas asas após fazer várias trapalhadas e adotar métodos nada convencionais. Encontra a menina Júlia (Klara Castanho), uma adolescente que acaba de mudar de escola e está tendo dificuldades para se adaptar. Mesmo que a menina nem acredite em magia (e ainda se sinta totalmente deslocada em meio às colegas mais populares do colégio), a fada vê nela uma oportunidade para voltar a voar e tenta ajudá-la.

Kéfera e Klara Castanho em cena do filme 'É Fada'Divulgação

Apesar da experiência de Kéfera como atriz, para muitos fãs o filme é a primeira oportunidade de vê-la atuando. “Sou atriz bem antes disso. Já estive em cartaz com cinco peças ao mesmo tempo no Festival de Teatro de Curitiba. Mas, no canal, me mostro de verdade, não é um personagem”, conta Kéfera, que fez muitas filmagens do canal com uma equipe pequena, em seu quarto (e não apenas para o YouTube — seu perfil na rede de vídeos Snapchat também é regularmente alimentado).

“Muitas vezes me perguntam o segredo do sucesso como youtuber, e eu sempre digo que, se as pessoas vissem que aquilo tudo era mentira, não daria certo”, adianta, para os novos candidatos a webcelebridade. “Eu sou aquilo mesmo o tempo todo. A não ser quando estou de TPM, mas aí não é nada que um chocolate não cure”, brinca ela, que já escreveu sobre sua vida em dois livros, ‘Muito Mais Que Cinco Minutos’ e ‘Tá Gravando, E Agora?’.

O trânsito ruim do Rio serviu como cupido profissional entre Kéfera e Cris D’Amato. A youtuber fez uma ação de divulgação do filme ‘S.O.S. — Mulheres Ao Mar’ ao lado da atriz Giovanna Antonelli e Cris, que dirigiu o filme, lhe deu uma carona. Conversaram durante quatro horas, em meio ao tráfego intenso. “Contei toda a minha vida para ela”, brinca Kéfera. A diretora mostrou ocanal dela para Daniel. “Nunca tinha ouvido falar nela”, assume o produtor. “Consultei as minhas netas. Quando perguntei se elas conheciam a Kéfera, elas deram pulos de alegria! Foi uma surpresa para mim, fiquei assustado com o alcance dela na internet”, completa Daniel, definido por Cris D’Amato como “um homem de 79 anos, mas o diretor mais jovem que eu conheço”.

Com o filme, Kéfera diz estar fazendo o que sempre sonhou. Mas acrescenta que os vídeos do YouTube continuam. “É divertido”, diz. 

Últimas de Diversão