Reta final dos estudos para a prova do INSS

Especialistas orientam candidato a fazer exercícios para relembrar conteúdo

Por O Dia

Rio - Os candidatos inscritos no concurso do INSS devem intensificar a resolução de exercícios de provas anteriores e, na véspera da seleção que será no próximo domingo, relaxar para conseguir ter boa concentração na hora do certame, orientam especialistas. Direito Previdenciário, Raciocínio Lógico, Informática e Direito Constitucional são matérias priorizadas nessa reta final. 

Para relembrar tudo o que já foi estudado, Rachel Almeida, do Concurso Virtual, orienta que se faça revisões das matérias que foram estudadas. “É recomendável resolver exercícios de provas anteriores. Desta forma o candidato se acostumará com o tempo e ritmo necessários para responder às questões”, diz. Rachel alerta que na véspera da prova, é bom o candidato evitar atividades que exijam muita concentração e atenção redobrada.

Sandra Silva faz provas antigas para ajustar o tempo e dar conta de todas as questões no dia da seleçãoDivulgação

Os candidatos inscritos no concurso do INSS devem intensificar a resolução de exercícios de provas anteriores e, na véspera da seleção que será no próximo domingo, relaxar para conseguir ter boa concentração na hora do certame, orientam especialistas. Direito Previdenciário, Raciocínio Lógico, Informática e Direito Constitucional são matérias priorizadas nessa reta final.
Para relembrar tudo o que já foi estudado, Rachel Almeida, do Concurso Virtual, orienta que se faça revisões das matérias que foram estudadas. “É recomendável resolver exercícios de provas anteriores. Desta forma o candidato se acostumará com o tempo e ritmo necessários para responder às questões”, diz. Rachel alerta que na véspera da prova, é bom o candidato evitar atividades que exijam muita concentração e atenção redobrada.

AJUSTE NO TEMPO

Fazer exercícios anteriores para ajustar o tempo e relembrar toda matéria é o que está fazendo a candidata Sandra Silva, de 42 anos. “Nesta reta final, me dedico muito ao treinamento de questões e resumos dos conteúdos que sinto mais dificuldade. Nesta última semana, minha estratégia é fazer muitos simulados para cronometrar o tempo que devo gastar. Assim, vou ajustando o tempo”, afirma.

“Custeio é o tema de Direito Previdenciário mais complicado e existem grandes possibilidades de pegadinhas”, alerta Rodrigo Lelis, do Universo do Concurso. O professor orienta ter muito cuidado com assuntos que sofreram mudanças recentes. “As alterações quanto à pensão por morte e benefícios, por exemplo, são questões que certamente serão cobradas pela Cespe”, diz.

Em Raciocínio Lógico, o professor Domingos Cereja, do Universo do Concurso, recomenda maior atenção em lógica proposicional, quesito mais cobrado na prova. “Questões como o entendimento da tabela verdade, negações e equivalências de proposições compostas e argumentação são exigidas nas provas”, diz.

O professor de Direito Administrativo também alerta sobre pegadinhas. “Tome muito cuidado com a interpretação dos itens. O jogo de palavras pode ser perigoso e o vocabulário também”, afirma.
Na área de Informática, Frank Mattos também do site Qconcursos, recomenda atenção na interpretação de textos. “O candidato acaba errando por não interpretar corretamente, devido ao uso de algumas expressões, como afirmar, concluir ou inferir, é suficiente, é necessário, sempre, garante, imune, específica, efetivamente, por exemplo”, alerta.

Fazer exercícios anteriores para ajustar o tempo e relembrar toda matéria é o que está fazendo a candidata Sandra Silva, de 42 anos. “Nesta reta final, me dedico muito ao treinamento de questões e resumos dos conteúdos que sinto mais dificuldade. Nesta última semana, minha estratégia é fazer muitos simulados para cronometrar o tempo que devo gastar. Assim, vou ajustando o tempo”, afirma.

“Custeio é o tema de Direito Previdenciário mais complicado e existem grandes possibilidades de pegadinhas”, alerta Rodrigo Lelis, do Universo do Concurso. O professor orienta ter muito cuidado com assuntos que sofreram mudanças recentes. “As alterações quanto à pensão por morte e benefícios, por exemplo, são questões que certamente serão cobradas pela Cespe”, diz.

Em Raciocínio Lógico, o professor Domingos Cereja, do Universo do Concurso, recomenda maior atenção em lógica proposicional, quesito mais cobrado na prova. “Questões como o entendimento da tabela verdade, negações e equivalências de proposições compostas e argumentação são exigidas nas provas”, diz.

O professor de Direito Administrativo também alerta sobre pegadinhas. “Tome muito cuidado com a interpretação dos itens. O jogo de palavras pode ser perigoso e o vocabulário também”, afirma.
Na área de Informática, Frank Mattos também do site Qconcursos, recomenda atenção na interpretação de textos. “O candidato acaba errando por não interpretar corretamente, devido ao uso de algumas expressões, como afirmar, concluir ou inferir, é suficiente, é necessário, sempre, garante, imune, específica, efetivamente, por exemplo”, alerta.


“No dia da prova não deixe a ansiedade tomar conta”, Claudia Jones, jornalista do site Qconcursos.com

Depois de muito tempo se dedicando ao concurso do INSS, criando estratégias, acertando aqui e ali, finalmente se aproxima o grande dia. E esse tão esperado momento tem de ser bem trabalhado. Não vamos cometer erros que possam colocar em jogo tudo aquilo que você se esmerou em acertar, em afinar, não é mesmo? Então, algumas dicas são boas para serem seguidas e ajudar-lhe a preparar esse momento tão especial.

Nesta semana que antecede a prova, vale a pena se dedicar àquilo que você ainda tem dúvidas. O treinamento de questões será fundamental para ajustar as dificuldades neste momento. Faça o máximo de questões Cespe que você puder nesta semana. Avalie, se possível, por meio de simulados, que podem dar a noção quase exata de como controlar o tempo. É fácil simular provas, bastar montar no mesmo estilo que será cobrado o seu conhecimento no dia D. Com 120 questões englobando todas as disciplinas.

Os locais de prova já saíram e uma boa estratégia é fazer o trajeto, se possível, para não encontrar surpresas no caminho e, no dia da prova chegar ao seu destino tranquilamente. Então, se puder, vá até seu local de prova. Se não, pelo menos, veja pela internet quais os melhores caminhos e quanto tempo poderá durar o seu percurso. Sair de casa com bastante antecedência é uma excelente opção para evitar contratempos.

No dia da prova, não deixe a “danadinha” da ansiedade tomar conta. Faça uma questão por vez e, se não souber, pule e volte mais tarde nela. Nada de ficar batendo cabeça numa questão a qual a resposta não vem. No mais, desejo-lhe uma excelente prova e não se esqueça: existe vida após a prova e podemos voltar a estudar e focar em outro concurso. Afinal, como dizem os “gurus”: estudar até passar!


Últimas de Economia