Ídolo argentino revela que participou de orgias: 'quando jovem fazemos de tudo'

Ex-atacante revela alívio: 'menos mau que não havia celular'

Por O Dia

Argentina - O ex-jogador e quarto maior artilheiro da seleção argentina, Hernán Crespo, soltou uma bomba durante um programa de televisão e admitiu que que participou de orgias quando era mais jovem. Durante o programa 'Podemos Hablar', os convidados foram perguntados se alguma vez teriam participado de uma orgia. Ele se adiantou aos demais e disse sim.

Crespo revelou que participava de orgias quando jovemReprodução Twitter

"Eu estreei no futebol quando tinha 18 anos de idade e só conheci a minha mulher aos 27. Até então, eu nunca tinha namorado antes. Então, eu fui solteiro até esta idade. Quando se é famoso, jovem... Se faz de tudo. Se experimenta de tudo", explicou Crespo.

Questionado se havia mais homens ou mulheres, o ex-atacante da seleção argentina deixou claro: "sempre mais mulheres". Crespo afirmou que na situação em que estava, com muita fama e exposição devido sua carreira de jogador, era impossível não 'aproveitar'. No entanto, o ex-jogador diz que não se 'gaba' sobre as experiências que viveu.

"Não era uma coisa com a maturidade de hoje, não é uma coisa que me diverte. Eu não tomo isto como um motivo de orgulho. Muito pelo o contrário. É uma experiência que me permitiu encontrar a serenidade mais tarde com minha mulher. Então, não faz falta pois não vale a pena", afirmou, aos 42 anos, Crespo.

Crespo foi questionado se sua mulher, Alessia Rossi Andra, sabia sobre seu passado, ele prontamente rebateu o apresentador e se mostrou aliviado de não haver celulares na época. 

"Para quê? Menos mau que não havia celular. A verdade é que quando conheci minha mulher parei. Disse tchau, acabou. A primeira coisa que fiz foi trocar o telefone e mudar de casa", afirmou o ex-artilheiro argentino.

Últimas de Esporte