Wanderlei Silva polemiza sobre união civil gay: 'Se apoia isso, que dê a b...'

Ex-lutador brasileiro fez publicação controversa no Instagram

Por O Dia

Rio - Bastante controverso em suas frases, o ex-lutador de MMA, Wanderlei Silva, se envolveu numa polêmica neste sábado. O Cachorro Louco usou a sua conta no Instagram para comentar o apoio dado virtualmente por alguns usuários das redes sociais que trocaram as suas imagens de perfil por fotos simbólicas do arco íris para comemorar a decisão dos Estados Unidos de aprovarem a união civil homossexual. Sem ser muito claro com as palavras, Wanderlei Silva se pronunciou de uma maneira muito pouco usual.

Wanderlei Silva polemizou no InstagramReprodução Instragram

"Como pode, tanta gente se preocupando com a vida dos outros, quer dar o bumbum, que dê porra, não vou tratar nunca ninguém diferente por isso, nem se ela reza ou não reza, nem se ela grita Mengo, ou se ela grita vai Corinthians, cada um ,cada um, como dizem "mulher é tão bom ,mais tão bom ,que quem não gosta, tem mais é que tomar no "C&" mesmo" !! Quer apoiar mesmo a causa e tá com vontade dê!!! Marque algum amigo que está indeciso e precisando de um empurrãozinho pra se decidir se dá ou não da !!!", postou.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

Ex-campeão do Pride e lutador do UFC, Wanderlei Silva se aposentou do MMA em setembro do ano passado, após ter fugido de um exame antidoping do UFC e por isso ter sido suspenso do Ultimate. Aos 38 anos, Wanderlei Silva não luta desde 2013. A última luta do “Cachorro Louco” foi pelo UFC, em março daquele ano, quando nocauteou Brian Stann. Ao todo, o brasileiro teve 35 vitórias, 12 derrotas, 1 empate e 1 “no contest” na carreira.

Últimas de _legado_MMA