Após completar 100 jogos no Botafogo, Gabriel espera vitória contra o Santos

Volante reencontra o técnico Oswaldo de Oliveira, responsável por lançá-lo na equipe principal do Glorioso

Por O Dia

Rio - Gabriel completou 100 jogos pelo Botafogo na última quarta-feira, na derrota de 2 a 1 para o Ceará, em pleno Maracanã, pela Copa do Brasil. A marca expressiva foi comemorada, apesar do resultado negativo. O jogador de 22 anos, revelado pelo Glorioso, agradeceu a homenagem e disse que vai sempre lembrar desta data.

Gabriel completou 100 jogos com a camisa do Botafogo no confronto com o CearáDivulgação

"É uma marca que vai ficar na minha memória. O resultado não veio, mas foi um dia muito legal para mim, emocionante. Quero agradecer a todos que me deram os parbéns e fizeram a homenagem. Espero retribuir dentro de campo a honra de chegar a essa marca", disse Gabriel ao site do Botafogo.

O volante já mirou o confronto com o Santos neste domingo, também no Maracanã, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. Gabriel espera um triunfo para o Glorioso se afastar ainda mais da zona de rebaixamento.

"Tivemos um desempenho melhor do que antes, conseguimos seis pontos em três jogos (no Brasileirão). Enfrentaremos o Santos em casa, que tem uma equipe de qualidade. Temos que fazer de tudo para pontuar e ficar ainda mais longe da parte de baixo da tabela e almejar coisas melhores para frente. O Santos tem qualidade pra se defender e atacar bem. Temos que repetir a atuação contra o cruzeiro e até mesmo contra a chapecoense, que fizemos um primeiro tempo excelente", comentou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

A partida contra o Santos marca o reencontro da equipe alvinegra com o treinador Oswaldo de Oliveira, que comandou o Glorioso nas temporadas 2012 e 2013. Foi o técnico, que está no Peixe desde o início desta temporada, que deu as primeiras chances a Gabriel no time principal do Botafogo. Por isso, o camisa 15 é grato a Oswaldo, mas quer conquistas os três pontos no Maracanã.

"Será diferente, primeira vez que vou encontrar um ex-treinador meu. É um momento legal e o Oswaldo me ajudou bastante, me deu oportunidade pra mostrar meu futebol, mas agora está do outro lado e ele sabe que vou fazer de tudo pra defender o Botafogo e sair com a vitória. O Oswaldo é uma pessoa que conhece bem o clube e os jogadores que estão aqui", finalizou Gabriel.