De olho em 2015, Flamengo pode ter reforço ainda este ano

Diretor de futebol, Felipe Ximenes não faz promessa, mas fala em contratações

Por O Dia

Rio - O torcedor do Flamengo pode correr para enviar a sua cartinha ao Papai Noel da bola. A diretoria do clube não faz promessas, evita falar em nomes e mantém os pés fincados no solo da austeridade financeira. Mas, mesmo assim, é possível que um presente de natal pouse na janela da Gávea.

“É possível, sim, que a gente anuncie alguma contratação ainda este ano”, confirmou o diretor de futebol, Felipe Ximenes, sem dizer se será do nível de uma bicicleta ou de um chocolate: “Não estou dizendo que será um craque.”

Ximenes prefere não prometer reforçosDivulgação

A realização do pedido não depende de bom comportamento, mas da evolução das negociações por reforços. O mercado já foi mapeado, e agora os dirigente trabalham para transformar sondagens em contratações.

Nomes como o de Luís Fabiano e Valdívia foram noticiados recentemente, assim como dos argentinos Emmanuel Más, do San Lorenzo, Lucas Pratto, do Vélez, e Diego González, do Lanús. Ximenes confirma que esteve na Argentina há 40 dias com o vice de futebol Alexandre Wrobel, mas diz que o surgimento de nomes na imprensa fazem parte da temporada de especulações.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Em outra frente, a diretoria negocia renovações de contrato. As conversas com Nixon avançam para um final feliz. O jogador interessa a outros clubes do Brasil, como o Grêmio.

Além dele, Léo Moura, Chicão, Marcelo, Anderson Pico, João Paulo, Márcio Araújo e Arthur também ficarão sem contrato este ano. “Não vamos divulgar nada sobre isso enquanto o Campeonato Brasileiro não acabar. Ainda temos dois jogos”, finalizou Ximenes.

Cáceres lamenta ano ruim

O paraguaio Cáceres lamentou o ano difícil do Flamengo dentro de campo. Além de pedir desculpas à torcida, ainda minimizou a importância do título estadual conquistado sobre o Vasco, no primeiro semestre. Para ele, o Rubro-Negro precisa buscar voos mais altos nas competições nacionais.

“Acho o ano decepcionante. Temos sempre que brigar para vencer os campeonatos quando defendemos o Flamengo. Estivemos para chegar em uma final, mas caímos”, lembrou. Cáceres comentou o difícil período em que o time foi lanterna: “Melhorou quando Luxemburgo chegou e saímos da confusão.”