Rodrigo Caetano é apresentado pelo Flamengo como reforço de peso

Novo diretor de futebol, porém, adota um discurso modesto e dá recado: 'Serei apenas mais uma peça na engrenagem'

Por O Dia

Rio - Rodrigo Caetano chegou ao Flamengo com status de reforço de peso. Novo homem-forte do futebol rubro-negro, ele foi apresentado nesta terça-feira, na Gávea, e adotou um discurso modesto. Caetano fez questão de elogiar o trabalho do antecessor Felipe Ximenes, o reencontro com Vanderlei Luxemburgo e disse que será mais uma peça na engrenagem profissional do clube.

Rodrigo Caetano destaca oportunidade no Flamengo e reencontro com Vanderlei LuxemburgoBruno de Lima

O diretor-executivo foi anunciado pelo Flamengo na segunda-feira e firmou contrato por um ano. O trabalho tem sido intenso. Na segunda, Rodrigo Caetano se reuniu com diretoria e o técnico Vanderlei Luxemburgo. Na manhã de terça, foi ao Ninho do Urubu conhecer o CT rubro-negro. Na coletiva, na Gávea, foi apresentado ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Mello, do vice de futebol Alexandre Wrobel e do diretor-executivo geral Fred Luz.

"É um profissional altamente qualificado, que será um reforço de peso para que o Flamengo chegue onde a torcida merece, dentro da administração profissional. É uma pessoa que traz uma bagagem grande, com resultados comprovados", elogiou o presidente Bandeira de Mello.

Após trabalhar no Vasco e Fluminense, Rodrigo Caetano mostra empolgação com o desafio à frente do Rubro-Negro.

"É um motivo de honra chegar a esse grande clube. Da minha parte, jamais faltará comprometimento. Venho a uma estrutura que acredita em profissionalização e isso me fez aceitar o convite de pronto. Entendo que posso colaborar com essa engrenagem que existe. Venho para substituir um grande profissional (Felipe Ximenes), um amigo pessoal. Desde ontem (segunda) já venho trabalhando de forma intensa", disse Rodrigo Caetano.

O trabalho de Caetano também passa pela formação do elenco para 2015. Até agora, o Flamengo ainda não anunciou reforços, mas está acertado com lateral-esquerdo e meia Thallyson e o meia Arthur Maia.

"Montagem de elenco é apenas uma das tantas funções de um executivo. Às vezes somos avaliados apenas por isso. É apenas uma função, talvez a mais importante, mas não é a única. Todos participam, principalmente o técnico. Um dos motivos que aceitei o convite do Flamengo é voltar a trabalhar com Luxemburgo, que dispensa comentário e tivemos ótimo convívio no outro clube. O Flamengo já tem uma questão de inteligência, de conhecimento de mercado. Serei mais uma peça desta engrenagem, de um estrutura bastante favorável", declarou o novo diretor do Rubro-Negro, que destacou que chega ao clube com um planejamento já iniciado:

"Será um ano de travessia para chegar a uma melhor condição em 2016. Isso já foi passado para mim e para o Vanderlei. Existem situações em andamento, mas não tem nada concretizado. O objetivo é sempre o melhor custo e benefício, identificar aquele que vai trazer o melhor resultado com o menor custo."

O Flamengo trabalha com um orçamento maior para 2015. A expectativa é a de ter um time melhor, sempre com a política de austeridade e de não prometer um grande reforço.

"Com relação a orçamento e planejamento, tenho convicção de que em 2015 teremos um time mais forte e competitivo. Não posso ser leviano de prometer grandes contratação. Estamos atentos ao mercado. Existe a possibilidade de grande contratação, mas não queremos criar ilusões. Trabalhamos para ter um time mais forte ano que vem", avisou Wrobel.