Obras no Giulite Coutinho chegam ao fim e o América aguarda laudo dos Bombeiros

A capacidade atual é de 12.159 lugares. Flu poderá usar o estádio nas primeiras fases da Copa Sulamericana

Por O Dia

Rio - Após uma forte chuva derrubar as arquibancadas do Giulite Coutinho, o estádio está próximo de receber partidas novamente. A fase final do trabalho de desmontagem e remoção das ferragens da cobertura das arquibancadas A e B foi terminada e o clube conseguiu o laudo da defesa Civil que impedia o local de receber partias. Agora, o clube aguarda a vistoria dos Bombeiros para receber o Laudo de Proteção Contra Incêndio (LPCI) do Corpo de Bombeiros. A capacidade atual é de 12.159 lugares. 

Giulite Coutinho está próximo de voltar a receber jogos Juliana Oliveira/America FC

De acordo com o presidente em exercício do América, Sidney Santana, as obras no estádio seguem em ritmo acelerado, assim como as tratativas com o Fluminense para renovação da parceria.

O trabalho para deixar o estádio apto para receber jogos, tinha sido dividido em duas etapas. Primeiro, o entulho (ferros e telhas) foi retirado das arquibancadas. Depois de ser deixados no estacionamento, foram retirados do estádio. Havia necessidade de pequenos reparos em algumas partes do piso, que ficou com falha no concreto.

Giulite Coutinho está próximo de voltar a receber jogos Juliana Oliveira/America FC


Com a liberação cada vez mais próxima, o Fluminense poderá mandar suas partidas com mando de campo no estádio. A capacidade atual é de 12.159 lugares. Após a final da Taça Guanabara, a próxima partida do Tricolor como mandante será dia 19 de março, contra o Nova Iguaçu. Mas a estreia pode acontecer com a partida contra o Brasil de Pelotas, que foi adiada pela Primeira Liga. Pelo regulamento da Conmebol, as partida da primeira fase até as quartas de final da Copa Sulamericana podem ser jogadas em um local que tenha no mínimo 10 mil lugares. O Flu joga no dia 5 de abril, contra o Liverpol-URU. 

Reportagem de Luis Araujo