Arena olímpica será desmontada e transformada em quatro escolas

Ginásio obedece novo conceito de ‘arquitetura nômade’

Por O Dia

Rio - A Arena do Futuro, onde serão disputadas as partidas de handebol e de golbol, na Olimpíada e na Paralimpíada, respectivamente, será desmontada após os Jogos e transformada em quatro escolas municipais. Cada unidade terá capacidade para receber 500 alunos. Até os locais já foram escolhidos: três delas ficarão na regiões da Barra e de Jacarepaguá e a outra na região de São Cristóvão.

Com capacidade para 12 mil torcedores, a Arena, inicialmente, tinha sido prevista como instalação permanente. No entanto, obedecendo ao conceito de “arquitetura nômade”, acabou construída como instalação temporária, já que não teria plena utilização após os Jogos.

Arena do Futuro vai recer as partidas de handebol e de golbolDivulgação

“Transformar a arena em quatro escolas é um excelente exemplo do compromisso do Rio em garantir que os Jogos deixem legados tangíveis para a comunidade. A arquitetura nômade é uma novidade e estamos orgulhosos de que dois mil estudantes poderão se beneficiar com isso”, comentou Carlos Nuzman, presidente do Rio 2016.

Praticamente toda a estrutura será aproveitada. A fachada, por exemplo, será a mesma da escola. Também terá os frisos que permitem a entrada de luz natural e ventilação, proporcionando um conforto térmico melhor.

O telhado será reutilizado e as oito placas pré-moldadas serão levadas para outros lugares e farão a cobertura das quatro escolas. Até as vigas metálicas serão retiradas para dar suporte aos telhados.

O mesmo procedimento terão as rampas e escadas pré-moldadas. Na Arena e nas escolas, elas vão servir para ajudar nos acessos e na circulação das pessoas. As paredes também serão aproveitadas, pois são parafusadas e encaixadas, facilitando a remoção.

Apenas as cadeiras das arquibancadas não serão aproveitadas. Os 12 mil assentos de plástico serão alugados para os Jogos e depois devolvidos. Mas a estrutura metálica da arquibancada poderá ser enviada às escolas.

BIBLIOTECA, INFORMÁTICA E QUADRAS

As quatro escolas para 500 alunos que serão construídas com a estrutura da Arena do Futuro terão 17 salas de aula cada. Haverá espaço para sala multiúso e de informática, biblioteca e quadra poliesportiva coberta com arquibancada, entre outras instalações. As obras da Arena começaram em abril de 2014 e foram as primeiras a serem concluídas, em setembro do ano passado. Três meses antes do prazo inicialmente previsto.

A Arena, que ocupa 35 mil metros quadrados do Parque Olímpico da Barra, custou 133,4 milhões para ser construída. O custo de manutenção está orçado em R$ 6,7 milhões.

Últimas de _legado_Olimpíada