Bolt mostra otimismo com presença na Olimpíada e manda recado aos críticos

'Não vou desapontar vocês', disse em suas redes sociais

Por O Dia

Usain Bolt luta para que uma lesão na coxa esquerda não o deixe de fora da disputa nos Jogos Olímpicos do Rio. O velocista está realizando um tratamento e demonstrou confiança de que o resultado será positivo, para que confirme presença na disputa em solo brasileiro. O atleta corre contra o tempo para garantir presença na etapa de Londres da Diamond League, onde buscará confirmar presença na delegação jamaicana que virá para a Olimpíada.

Nesta terça-feira, Bolt usou suas redes sociais para tranqulizar os fãs e ainda mandar um recado para os "haters", pessoas que não torcem pelo seu sucesso. 

"Passei na loja de fast-food. Depois disso será só trabalho. Espero de alguma forma ter sucesso, não vou desapontar vocês. Eu aprecio os haters, vocês me fazem trabalhar mais duro.Não quero que vocês percam o grande show. Eu aprecio os haters, vocês me fazer trabalhar mais duro", publicou em sua rede social.

Usain Bolt revelou expectativa para participar da Olimpíada do RioReuters

Alegando dores na coxa esquerda, Bolt desistiu de disputar a final dos 100m da seletiva jamaicana para os Jogos. Porém, a Associação de Atletismo da Jamaica (JAAA) afirmou que o velocista ainda tem a possibilidade de estar nas provas dos 100m e 200m no Rio. Segundo os critérios da JAAA, os atletas podem se ausentar da seletiva nacional em casos médicos.

Caso esteja dentro dos critérios estabelecidos pela entidade jamaicana, Bolt será dono da terceira vaga, por indicação da JAAA, considerando que o atleta é dono do segundo melhor tempo do ano no mundo com 9s88.

Últimas de _legado_Olimpíada