Cheio de gás, Vasco mira a semifinal do Carioca e enfrenta o Friburguense

Doriva opta por Luan e Bernardo como titulares neste domingo

Por O Dia

Rio - Com 86% de chances de classificação para a próxima fase, Doriva já começa a pensar na semifinal do Campeonato Carioca. Para a partida deste domingo contra o Friburguense, às 18h30, no Estádio Eduardo Guinle, o treinador do Vasco mexeu de novo no time e promoveu a volta de Luan e Bernardo, para dar mais gás ao time na reta final da competição.

Doriva opta por Bernardo%3A meia terá mais uma chance no VascoDivulgação

Após a folga na Sexta-feira Santa - o clube não abre no feriado a pedido de Eurico Miranda -, Doriva comandou um coletivo neste sábado. Luan, recuperado das dores musculares que o tiraram dos últimos quatro jogos e da seleção olímpica, volta no lugar de Anderson Salles. Bernardo e Yago disputavam a vaga aberta no ataque deixada por Dagoberto, que ainda se recupera de um edema no tornozelo esquerdo. O primeiro, que foi cortado do duelo com o Botafogo após perder a hora e chegar atrasado ao treino da véspera do clássico, entretanto, foi o escolhido. A diretoria do Vasco e a comissão técnica deram uma nova chance ao atleta, que quase foi afastado em definitivo, mas não escapou da multa.

TEMPO REAL: Acompanhe, lance a lance, o duelo entre Vasco e Friburguense

Doriva acredita que o time ganhará qualidade e pede seriedade aos atletas. Em caso de vitória e um tropeço do Fluminense no clássico com o Flamengo, o Vasco se classifica com uma rodada de antecipação à semifinal.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Carioca

“Tomara que a gente faça um bom jogo e consiga um resultado favorável. Por opção da comissão técnica, uma parte do grupo pôde trabalhar a semana a inteira e não viajou para o Acre. Por isso, estamos bem. Com eles dois (Luan e Bernardo) ficamos ainda mais fortes”, ressaltou o apoiador Julio dos Santos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Quem também entra no time é Lucas, que vai atuar no lugar do argentino Guiñazu, que está suspenso.