Doriva se emociona no adeus ao Vasco e Eurico afirma: 'Por mim, ele não sairia'

Técnico pede para deixar o Cruzmaltino e acredita que o time conseguirá se recuperar no Campeonato Brasileiro

Por O Dia

Rio - A despedida de Doriva do Vasco foi com trocas de elogios e a certeza de que cada um ajudou o outro. O ápice foi no título carioca. Porém, no Brasileiro, o trabalho parou de surtir efeito - o time é o lanterna. O técnico, então, pediu demissão. A diretoria relutou, mas aceitou. O substituto no cargo será Celso Roth. Eurico Miranda abriu a coletiva, nesta segunda-feira, para agradecer o treinador.

LEIA MAIS: Eurico divulga novo técnico do Vasco: 'Praticamente convoquei o Celso Roth'

Doriva dá adeus ao VascoCarlos Moraes / Agência O Dia

"Eu fiz questão de fazer esta coletiva com a presença de Doriva porque eu quero deixar registrado que o Doriva teve uma passagem, que está se encerrando hoje, mas uma passagem absolutamente vitoriosa. Deixo registrado que o Doriva está saindo por um pedido dele. Se dependesse de mim, ele não sairia do Vasco", declarou Eurico, que elogia o técnico:

"Acabamos concordando com a saída do Doriva. Ele sai com reconhecimento do Vasco e tenho certeza de que, de uma certa forma, contribuímos para a carreira dele. É um treinador que agora dispensa apresentações. Vai ter um futuro bastante exitoso pela frente."

LEIA MAIS: Vasco anuncia mais duas contratações: lateral-direito Léo Moura e Herrera

Eurico Miranda falou sobre a saída de DorivaCarlos Moraes

Doriva também não economizou elogios ao Vasco e ficou emocionado. A decisão de sair, por sinal, foi pensando no time.

"Gostaria de sair num momento melhor, fico triste por não ter contribuído mais, porém estou feliz com o reconhecimento. Não estou frustrado, pois tentei extrair o máximo dos atletas. Acredito que era momento e tomei a decisão logo depois da partida (derrota para o Sport). Nunca me senti pressionado, mas tomei uma decisão pensando no Vasco. Tenho certeza de que o Vasco vai sair dessa situação", disse Doriva.