Hollande faz pronunciamento e confirma morte de 4 reféns em Paris

As vítimas estavam no supermercado de produtos judaicos, no leste da capital francesa. Presidente também disse que país deve continuar 'implacável' diante do racismo e do antissemitismo

Por O Dia

Paris - O presidente francês, François Hollande, confirmou nesta sexta-feira a informação de que quatro reféns foram mortos durante um cerco a um supermercado de produtos judaicos no leste de Paris.

Leia mais: Polícia francesa mata três terroristas que atacaram jornal em Paris

Hollande pediu união nacional e disse que o país deve continuar a ser "implacável" diante do racismo e do antissemitismo.

"Na verdade, foi cometido um ato antissemita terrível", disse ele sobre a tomada de reféns por um atirador islâmico no supermercado Hiper Cacher, no distrito de Vincennes.

Alguns reféns foram vistos correndo do mercado depois que policiais fortemente armados invadiram o local ao mesmo tempo em que outro cerco terminava no norte da França envolvendo os dois suspeitos islâmicos por trás do ataque ao jornal Charlie Hebdo nesta semana.

Últimas de _legado_Notícia