Trump, um doido de pedra?

Psiquiatras apontam sinais de que controverso presidente americano sofre de um tipo perigoso de narcisismo

Por O Dia

Washington - Temperamento forte ou distúrbio mental? Já tem psiquiatra nos Estados Unidos provando ‘por A + B’ que o presidente Donald Trump é emocionalmente inapto para o cargo.

Reportagens publicadas no ‘NY Daily News’ e no ‘Independent’ trazem a opinião de especialistas sobre o comportamento do republicano, que em uma semana e meia no cargo deu o que falar com seus decretos — como o odioso decreto anti-imigração, que respingou até no Brasil.

Psiquiatras apontam sinais de que controverso presidente americano sofre de um tipo perigoso de narcisismoEfe

“Trump é um perigoso doente mental”, sentenciou, semana passada, John D. Gartner, da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins. “É incapaz de ocupar a Casa Branca”, continuou o psiquiatra, que enxerga nas ações e nas falas do presidente sinais de “narcisismo maligno”.

Ignorar o contraditório

A psiquiatra Julie Futrell explica que esse tipo de narcisismo tem traços de agressividade e até de sadismo. “O mal impede Trump de compreender a realidade; aí, usar a lógica com esse tipo de pessoa é ineficaz”, atesta. “Três milhões de mulheres marchando em protestos? Isso não o abala. Alguém ponderar que uma decisão dele não dará certo? Ele ignora.”

Em dezembro, Judith Herman, Nanette Gartrell e Dee Mosbacher, de Harvard e da Universidade da Califórnia, assinaram carta aberta em que manifestaram temor quanto ao equilíbrio mental de Trump. “Ele diversas vezes demonstrou instabilidade: mania de grandeza, impulsividade e intolerância ao contraditório”, escreveram. O trio logo recebeu apoio do Terapeutas Cidadãos contra o Trumpismo, formado por psiquiatras de todo o país.

A briga com a imprensa é outro sintoma, aponta Julie. “A ânsia de manter a imagem é tanta que Trump e sua equipe são capazes de distorcer a realidade para encaixar suas fantasias de poder, riqueza e ‘beleza’”, atesta. Basta lembrar os “fatos alternativos” sugeridos pelo porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, para contestar notícias ou números que desagradem a Donald Trump e a seu secretariado. 

Demitida por desobedecer ao chefe

Donald Trump não parece estar incomodado com a gritaria em torno dos seus polêmicos decretos. O presidente exonerou a procuradora-geral interina, Sally Yates, depois de ela ter se recusado a defender nos tribunais o veto a imigrantes e refugiados imposto pela Casa Branca na sexta-feira.

“Sally Yates traiu o Departamento de Justiça ao se negar a fazer cumprir ordem projetada para proteger os cidadãos dos Estados Unidos”, disse a Casa Branca em nota. Sally Yates é procuradora da época do ex-presidente Barack Obama e estava no cargo à espera que o Senado americano confirme o indicado de Trump para a Procuradoria-Geral, o senador republicano Jeff Sessions.

A Casa Branca informou que Dana Boente, procurador-geral dos EUA para o distrito de Virgínia, foi empossado na noite de segunda-feira e será o secretário de Justiça interino até a aprovação de Sessions no Congresso.

Responda sim ou não

1- Espera que seus amigos enxerguem você como maioral?

2 - Sonha em ter mais poder, sucesso crescente ou beleza perfeita?

3 - Acredita ser especial, único, e que apenas ‘iluminados’ vão entender você?

4 - Para você, ser admirado ou paparicado é fundamental?

5 - Crê merecer tratamento diferenciado de pessoas ou de instituições?

6 - Acha normal tirar vantagem dos outros para alcançar seus objetivos?

7 - Considera que a opinião e o sentimento do próximo são irrelevantes?

8 - Acredita ser alvo da inveja alheia ou sente inveja dos outros o tempo todo?

9 - Acha normal se descontrolar ou ser ríspido?

RESULTADO: Se você respondeu ‘sim’ a cinco ou mais questões, você é bastante narcisista. Tome cuidado e veja os traços de personalidade: 1. Autoimportância; 2. Onipotência; 3. Messianismo; 4. Bajulação; 5. Senso de privilégio; 6. Exploração interpessoal; 7. Falta de empatia; 8. Inveja retroalimentada; 9. Arrogância

Últimas de _legado_Mundo e Ciência