Único negro no gabinete de Trump pede luta contra a intolerância

Ben Carson usou as redes sociais para se manifestar contra os atos de intolerância ocorridos nesta fim de semana em Charlottesville

Por O Dia

Washington - Ben Carson, o único membro negro do gabinete do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu nas redes sociais para que os americanos tomassem as ruas para lutar contra a intolerância na sequência das manifestações violentas de supremacistas em Charlotteville.

Único negro no gabinete de Trump%2C Ben Carson pede luta contra intolerância racialReprodução Facebook

Em uma publicação em sua conta no Facebook, o secretário de Habitação de Trump contou a história de um vizinho em Maryland que hasteou uma bandeira confederada. Ele disse que outros vizinhos rapidamente hastearam bandeiras dos EUA, envergonhando o vizinho, que depois retirou a bandeira confederada.

Carson não mencionou os comentários de Trump em uma coletiva de imprensa desta terça, em que o presidente culpou "os dois lados" pela violência no sábado.

Manifestantes fazem vigília contra violência em Charlottesville

Centenas de pessoas se reuniram no campus da Universidade de Virgínia para uma vigília contra o ódio e a violência dias depois da manifestação violenta de supremacistas brancos que resultou em três mortes.

Os manifestantes se reuniram pacificamente no mesmo lugar em que centenas de nacionalistas brancos marcharam na sexta-feira, quando várias brigas irromperam.

O grupo de manifestantes pacifistas caminhou lentamente pelo campus nesta quarta-feira antes de cantarem e fazerem um minuto de silêncio pelas mortes em Charlottesville.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência