Estudante morre esfaqueado na saída de festa universitária em São Paulo

Crime teria sido motivado por briga entre a vítima e um flanelinha na saída da quadra. Polícia procura suspeito

Por O Dia

Estudante estava do lado de fora e teria se envolvido em uma discussão com um flanelinhaReprodução Internet

O estudante de Psicologia Renan Ardito Rosa, de 22 anos, morreu esfaqueado na saída de ima festa organizada por alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na manhã de sábado. O suspeito pela agressão fugiu a pé antes de ser identificado. O crime teria sido motivado por uma briga entre Renan Rosa e um flanelinha na saída da quadra.

O estudante foi levado então à Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu ao forte sangramento e morreu no hospital. Seu corpo foi enterrado na tarde deste domingo. A polícia suspeita que o suspeito seja um morador de rua da região e deve procurar câmeras de vídeo na região para tentar identificar o agressor.

A festa começou na noite de sexta-feira na quadra da escola de samba Rosas de Ouro, no bairro do Limão, na Zona Norte de São Paulo. Entre as atrações anunciadas estavam os cantores Marcelo D2 e Mr. Catra.

Testemunhas contam que uma confusão se formou ainda dentro da quadra, por motivo desconhecido, e teria continuado do lado de fora. Rosa já estava do lado de fora e teria se envolvido em uma discussão com um flanelinha. Uma pessoa ainda não identificada teria aparecido com uma faca.

O caso foi registrado no 13º Distrito Policial, na Casa Verde, na Zona Norte da capital, está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Últimas de _legado_Brasil