Trabalhadores de trens metropolitanos de São Paulo decidem entrar em greve

Governo não chegou a um acordo sobre reajuste. Com isso, ficam paralisadas quatro linhas a desta quinta-feira

Por O Dia

São Paulo - Em assembleia conjunta na noite desta quarta-feira os trabalhadores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram entrar em greve a partir da meia-noite desta quinta. Com isso, vão ficar paralisadas as linhas 8, 9, 11 e 12 dos trens metropolitanos.

Movimento nas estações se intensifica devido greveCláudia Tozetto / iG

Os empregados que trabalham nessas linhas são representados pelos sindicatos dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Transporte de Passageiros da Zona Sorocabana e dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona da Central do Brasil.

Isso porque a CPTM rejeitou em audiência na tarde de hoje a proposta apresentada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) que previa, entre outros pontos, reajuste de 8,56%. O tribunal chegou a apelar para os trabalhadores que evitassem a paralisação antes que o TRT emitisse uma decisão sobre o impasse.

Últimas de _legado_Brasil