Seguradora oferece recompensa por informações de joias roubadas em Cannes

'A primeira pessoa' que oferecer notícias poderá receber 1 milhão de euros como recompensa

Por O Dia

Paris (França) - A seguradora Lloyd's anunciou nesta terça-feira sua intenção de recompensar com 1 milhão de euros "a primeira pessoa" que oferecer informações que possibilitem encontrar as joias roubadas no dia 28 de julho em Cannes, cujo valor está em torno dos 103 milhões de euros.

Os objetos roubados do hotel Carlton em Cannes eram na sua maioria joias e pedras preciosas, pertencentes à joalheria Laviev, e seu valor transformou esse roubo no maior registrado na França, superior aos 80 milhões levados em 2008 da joalheria parisiense Harry Winston.

Em um texto divulgado na Internet pela imprensa francesa, e cujo anúncio oficial está previsto para amanhã, a Lloyd's informa que aqueles que tiverem alguma informação podem entrar em contato com a SW Associates pelo telefone ou por e-mail. A recompensa será proporcional à utilidade das informações oferecidas e ao material que for recuperado, e está sujeita a "certas condições", que ainda não foram divulgadas.

As peças roubadas estavam expostas na mostra "Extraordinary Diamonds" nesse conhecido hotel de Cannes e, aparentemente, o roubo é autoria de uma única pessoa, um homem que entrou armado na sala, com luvas e o rosto coberto, e obrigou os presentes a colocarem em uma bolsa a maior parte do material.

Esse foi mais um de uma série de roubos registrados em maio nessa cidade litorânea durante o último Festival Internacional de Cinema, quando foram roubadas joias da marca Chopard avaliadas em 1,4 milhões de euros, e um colar estimado em dois milhões da De Grisogono.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência