Palestinos esfaqueiam jovem judeu e tensão aumenta

Policiais prenderam dois suspeitos

Por O Dia

Jerusálem - Um adolescente judeu de 17 anos foi esfaqueado neste sábado, supostamente por dois menores palestinos na cidade antiga de Jerusalém. De acordo com a polícia, havia dois jovens judeus visitando o Muro das Lamentações na hora da abordagem, mas um deles conseguiu fugir — o adolescente que ficou sofreu o ataque e ficou levemente ferido.

A polícia conseguiu deter dois palestinos suspeitos, que estão sendo interrogados. Ainda de acordo com os policiais, os dois menores palestinos seriam oriundos de Jerusalém Oriental. Israel e Palestina vivem uma onda de violência que começou em 1º de outubro e que já deixou 27 israelenses e 164 palestinos mortos. Em outubro, um palestino armado com um revólver e uma faca entrou no terminal de ônibus de Beer Sheva, no sul de Israel, onde matou um soldado e feriu outros 11 israelenses.

Além disso, no dia 6 de outubro do ano passado, aconteceram quatro tentativas de esfaqueamento em Hebron (no sul da Cisjordânia) e em Jerusalém Oriental. Em 2 de janeiro, milhares de pessoas participaram dos funerais de 14 palestinos cujos corpos foram entregues no dia anterior por Israel a seus parentes em Hebron.

No dia 6 de janeiro, a imprensa de Israel noticiou que dois homens — um árabe israelense e um palestino — tiveram de deixar o avião da Aegean Airlines que os levaria de Atenas a Tel Aviv, a pedidos dos passageiros israelenses. A companhia aérea justificou a atitude dizendo que os protestos vieram de 60 a 70 passageiros. Os palestinos expulsos classificaram a atitude de “racista”.

Com agências internacionais

Últimas de _legado_Mundo e Ciência