Milhares de atendimentos médicos são realizados na Sapucaí durante os desfiles

Entre as principais causas de atendimento estão mal estar, desidratação, entorse e dor de cabeça

Por karilayn.areias

Rio - Nos quatro dias de desfile na Sapucaí 1.611 pessoas foram atendidas nos nove postos distribuídos pelo Sambódromo e Terreirão do Samba. No total, 35 pessoas foram transferidas. Só na segunda noite de desfiles das escolas do Grupo Especial, 558 pessoas foram atendidas e seis transfedias para hospitais e unidades de pronto atendimento da rede municipal.

As principais causas de atendimento foram mal estar, desidratação, entorse e dor de cabeça. Houve uma queda em relação ao ano passado quando foram registrados 706 atendimentos e 29 remoções.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia