Saiba como assistir à Olimpíada de graça

Ao todo, serão nove atividades esportivas disputadas ao ar livre em locais como Lagoa, Aterro e Copacabana

Por O Dia

Rio - Para quem está com o bolso apertado, as melhores arenas para assistir os Jogos Rio 2016 são os palcos naturais da cidade. Enquanto os ingressos para as disputas fechadas custam quase sempre na casa dos três dígitos, esportes como remo e ciclismo de estrada, que começam logo no primeiro dia da Olimpíada, podem ser vistos de graça por quem passar pela Lagoa Rodrigo de Freitas ou pelo Forte de Copacabana, por exemplo. São, ao todo, nove modalidades ao ar livre, que devem levar cerca de 1 milhão e 200 mil pessoas às ruas, segundo o Comitê Olímpico Rio 2016.

Prova mais tradicional da história olímpica, a maratona chega com seus 42.195 quilômetros ao Centro do Rio, quebrando a tradição desse tipo de corrida na cidade, que costuma começar na orla do Recreio e terminar no Aterro do Flamengo. “Achamos que no Centro iria mostrar uma parte muito importante da cidade, além de ajudar no esquema de trânsito”, explica o diretor de comunicação do Comitê Rio 2016, Mario Andrada.

Novos painéis contra ruído instalados na Linha Vermelha mostram pontos turísticos do Rio com as cores olímpicasAlexandre Brum / Agência O Dia

Nos dias 14 e 21 de agosto, o Sambódromo, local de largada e chegada da maratona, será aberto ao público duas horas antes de os atletas começarem a corrida pela medalha. Ao longo do trajeto, que passa por pontos históricos como o Theatro Municipal, o Museu de Arte Moderna e o Paço Imperial, a população também poderá acompanhar os competidores.

Nas águas cariocas, seja no mar de Copacabana, na Lagoa ou na Baía de Guanabara, cariocas e turistas terão a oportunidade de ver de perto as provas de maratona aquática e de remo e vela, que contam, respectivamente, com oito e dez dias de competições. Na Lagoa, a canoagem velocidade é outra opção.

“Vamos colocar um telão no Parque dos Patins com a transmissão das provas”, comenta Andrada. Para as competições na Lagoa, 6 mil ingressos foram oferecidos para a arquibancada. A parte aquática do triatlo também cruzará o mar de Copacabana, dias 18 e 20 de agosto.

Dos esportes que não precisam de ingresso, o ciclismo de estrada é o que passa pelo maior número de bairros. Com início no Forte de Copacabana, os ciclistas seguem até Grumari, na Zona Oeste. Outro ciclismo, o de contrarrelógio, se limita à Zona Oeste, com largada e chegada no Pontal.

O Comitê Rio 2016 colocará à venda, toda quinta-feira, ao meio dia, novos lotes de ingressos para os Jogos pelo www.rio2016.com. Quem se cadastra no site recebe, por e-mail, informações sobre essas novas entradas e outros serviços.

?Reportagem do estagiário Caio Sartori

Últimas de Rio De Janeiro